Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“O que aprendi com Pepo Melo”

Demétrio Andrade é jornalista e sociólogo

Com o título “O que aprendi com Pepo Melo”, eis artigo de Demétrio Andrade, jornalista e sociólogo, que presta uma homenagem ao jornalista Pepo Melo, que nos deixou neste começo de 2024.

Confira:

No início deste ano, tive a infeliz notícia da morte de Pelo Melo, colega desde a época do curso de Comunicação Social da UFC. Entramos juntos, em 1988. A experiência da faculdade foi uma verdadeira revolução na minha vida. Afinal, foram seis anos de Colégio Militar e mais um no Colégio Naval. O terceiro ano, no já não existente Colégio Geo Studio, havia aguçado minha sensibilidade. Desta forma, quando servido, o jornalismo foi um prato cheio e delicioso.

O ambiente repleto de debates políticos, culturais, musicais, o sentimento de finalmente aprender coisas que eu sempre quis ler e estudar. Indescritível. Evidentemente, tudo acompanhado da boa boemia etílica e conteúdos afins. O Pepo, com seu jeitão “não quero nem saber se o céu é azul mas se sobrar tinta eu tô dentro” combinava perfeitamente com o cenário. Intabulamos rapidamente saídas, resenhas e papos sem fim sempre “molhando a palavra”, nos aproveitando da cerveja com preço congelado pelo glorioso Sarney. Nessa de “não é meu, não é teu” fomos até num Encontro Nacional de Estudantes de Comunicação, o famoso Enecom, em Vitória, de saudosa memória e episódios impublicáveis.

Numa dessas bebedeiras, debatendo política a partir dos conflitos eternos do movimento estudantil entre a galera do PT e do falecido Partido da Libertação Proletária (PLP), comecei a falar mal dos adversários até o momento que o Pepo me olhou e disse: “cara, você tem muita raiva dessa galera, né?”. Naquele momento, no alto da minha imaturidade mal barbada de 19 anos, ele, com sua leveza, me ensinou uma das minhas primeiras lições políticas: adversários não são inimigos. Procuro trazer isso como mantra até hoje. Pouco antes de me formar, comecei a encarrilhar uma série de atividades profissionais e acumular empregos. A gente meio que se perdeu no caos das atividades. Meu modelo de vida acabou exigindo de mim muita responsabilidade, disciplina e tempo para o trabalho. Quando em vez, sinto falta daquele clima jovem e despreocupado e, claro, de seus personagens, como Pepo e sua figura ímpar: tamanco, cabelo desgrenhado, cigarro no canto da boca.

Final de novembro fui tocar no BNB Clube com o Academia e nos reencontramos e compartilhamos uma boa hora de conversa. Quando soube de sua passagem, pela Adriana Saboya, amiga comum de turma, mandei mensagem pro Maurição, gestor do BNB, agradecido por ele nos ter proporcionado o último encontro. Ele mandou “Canto para minha morte”, do Raulzito, pelo WhatsApp, que rapidamente misturou-se a “Logical Song”, do Supertramp, ecoando e me punindo entre os zumbidos de cobrança guardados na cabeça.

Ainda tô por aqui, Pepo. Tentando, a duras penas, aprender a encarar a vida com sua leveza. Até um dia!

*Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
“Boogie do Bebê” – Tony Campello

“Boogie do Bebê” – Tony Campello

Homenagem do Blog ao cantor paulista Tony Campello, que neste sábado completa 88 anos.

Mulheres são maioria dos candidatos no concurso unificado

Mulheres são maioria dos candidatos no concurso unificado

Dos mais de 2,1 milhões de candidatos com inscrições confirmadas no Concurso Público Nacional Unificado, 56% são do sexo feminino, o equivalente a 1,2 milhão de pessoas. O dado faz

TJCE inicia na segunda-feira novo sistema que julga crimes de subtração de aparelhos celulares

TJCE inicia na segunda-feira novo sistema que julga crimes de subtração de aparelhos celulares

Como forma de processar e julgar todos os procedimentos criminais relacionados à subtração de aparelhos celulares, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) inicia na segunda-feira (26) as atividades do

Sport é punido com portões fechados na Copa do Nordeste e Copa do Brasil

Sport é punido com portões fechados na Copa do Nordeste e Copa do Brasil

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu na tarde desta sexta-feira (23 ) que o Sport passará a jogar de portões fechados, quando da condição de mandante na Copa

Senado debate na segunda vacina obrigatória contra covid em crianças

Senado debate na segunda vacina obrigatória contra covid em crianças

Plenário do Senado debaterá, na próxima na segunda-feira (26), às 9 horas, a obrigatoriedade da aplicação da vacina contra a covid-19 em crianças de 6 meses a 5 anos a

Fiec entrega Medalha do Mérito Industrial no dia 9 de maio

Fiec entrega Medalha do Mérito Industrial no dia 9 de maio

No próximo dia 9 de maio, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) realizará a celebração anual do Dia da Indústria, marcada pela entrega da Medalha do Mérito