Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Complexidades urbanas e gestão democrática”

Joaquim Cartaxo é o superintendente do Sebrae/CE. Foto: Tapis Rouge

Com o título “Complexidades urbanas e gestão democrática”, eis artigo de Joquim Cartaxo, arquiteto urbanista e superintendente estadual do Sebrae. Ele aborda as dinâmicas presentes no espaço urbano e a sua relação com a gestão.

Confira:

Uma dinâmica complexa permeia as cidades, resultante dos movimentos de permanência e mudança da sociedade nos diferentes tempos e espaços. A cidade não é um artefato estático, mas um organismo vivo que reflete aspirações, conflitos e transformações das diferentes camadas socioeconômicas e culturais que a habitam.

Vejamos a cidade como um reservatório de tempos, onde coexistem memórias, tradições e patrimônios culturais, conteúdos históricos que influenciam a identidade e coesão social, desenvolvendo senso de pertencimento e continuidade. A cidade expressa-se espacialmente nas realidades atuais e nas constantemente produzidas. Em qualquer delas, criatividade, inovação e desenvolvimento estão presentes nas construções, infraestruturas e tecnologias. Apreender essas dimensões históricas e geográficas é vital para assimilar demandas e desafios contemporâneos.

Se, por um lado, há impactos dos contextos urbanos de destruição, pela obsolescência de estruturas antigas ou pela ação de desastres naturais ou eventos catastróficos, que podem ocasionar perdas irreparáveis e acentuar desigualdades socioeconômicas, por outro essas circunstâncias podem ser oportunidades para a renovação urbana e recuperação de áreas degradadas.

No movimento de construir e destruir, a vida segue com as camadas socioeconômicas interagindo no meio urbano, muitas vezes em conflito, buscando viabilizar seus interesses e necessidades.

Essa luta política por melhoria de condições de vida e trabalho expressa as desigualdades estruturais presentes na sociedade, evidenciando a carência de políticas públicas que efetivem a equidade e a inclusão social. Desvendar e atuar nessa complexidade nas cidades é fundamental ao desenvolvimento sustentável e inclusivo, para garantir qualidade de vida urbana, em especial para as pessoas mais vulneráveis.

A governação dessa complexidade requer gestores que a compreendam profundamente e comprometam-se com o envolvimento pleno das cidadãs e cidadãos no processo de tomada de decisões que afetam a vida em geral, nas diversas formas de espaço habitado.

A participação ativa da população na gestão urbana fortalece a legitimidade das ações governamentais e, sobremaneira, a gestão democrática da cidade, com suas diferentes perspectivas e respeito aos conhecimentos locais.

*Joaquim Cartaxo

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
“Sou eu” – Chrystian

“Sou eu” – Chrystian

https://www.youtube.com/watch?v=U9dqeSOrJTc Homenagem do Blogdoeliomar ao cantor e compositor goiano José Pereira da Silva Neto, o Chrystian, que nos deixou aos 67 anos.

Vozão não sai do 0 a 0 e se mantém na incômoda metade da tabela

Vozão não sai do 0 a 0 e se mantém na incômoda metade da tabela

Este ano prometia não ser igual ao que passou, após o Vozão ter visitado o G4 por toda uma rodada. Mas eis o Ceará de volta à metade da tabela,

Deputada é cassada por pagar tratamento estético com dinheiro público

Deputada é cassada por pagar tratamento estético com dinheiro público

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) cassou, por unanimidade, o mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL-AP) por uso de verba pública de campanha eleitoral para procedimento estético durante

Vozão precisa vencer hoje o Sport para não se afastar do G4

Vozão precisa vencer hoje o Sport para não se afastar do G4

Com quase um terço de temporada, o Ceará precisa vencer o Sport, na noite desta quinta-feira (20), a partir das 21h30min, no Castelão, para não se afastar do G4 da

5 a 3 – Após voto de Toffoli, STF continua sem decisão sobre porte de maconha

5 a 3 – Após voto de Toffoli, STF continua sem decisão sobre porte de maconha

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quinta-feira (20) para manter a constitucionalidade da Lei de Drogas, norma que definiu penas alternativas a usuários de drogas.

“Tiros numa quinta-feira”

“Tiros numa quinta-feira”

"O presidente chegou, a assembleia incendiou, o dólar subiu, o cantor sertanejo faleceu, destaques sim mas, a chacina de 7 jovens não choca", aponta o jornalista Paulo Nóbrega. Confira: ​Causa