Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Memória e paisagem urbana”

Joaquim Cartaxo é o superintendente do Sebrae/CE. Foto: Tapis Rouge

Com o título “Memória e paisagem urbana”, eis artigo de Joaquim Cartaxo, arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae do Ceará. “Valorizar a memória de uma cidade significa enriquecer sua paisagem visual e emocional, construindo espaços para além da natureza física; espaços que são testemunhas vivas do passado, do futuro, do presente; espaços habitados, onde vivem e convivem cidadãs e cidadãos”, expõe o articulista. 

Confira:

A cidade conta histórias por meio de suas paisagens e edifícios, que testemunham a força do passado, compõem as realizações do presente possível, e anunciam as possibilidades dos futuros. Assim, a memória e a paisagem urbana se interconectam, conformando as identidades dos lugares e influenciando a sensibilidade das pessoas no contexto do espaço habitado.

A memória urbana une as vivências do passado às experiências do presente, mantendo viva a história de uma cidade em permanente movimento de construção e desconstrução, que depende das escolhas projetuais que se encontram no futuro. Cada edifício, antigo ou não, rua, quarteirão, bairro, espaço público exprime os períodos históricos relativos à evolução da cidade. Através da paisagem urbana, se lê a história de uma cidade; se decifra as camadas de significado e se compreende sua singularidade.

Preservar essa memória é decisivo para a valorização da identidade cultural de uma cidade. Ao conservar edifícios históricos, monumentos e espaços públicos significativos, cultiva-se a herança material, as tradições, os valores e modos de vida citadinos, que fortalecem o senso de continuidade e pertencimento dos habitantes locais e atraem visitantes interessados na cultura do lugar.

Grife-se que a manutenção da memória não é uma tentativa de aprisionar a cidade no tempo ou impedir o seu desenvolvimento. Mas, um caminho para equacionar a conservação do patrimônio cultural e as necessidades contemporâneas, que pode ser trilhado por meio de políticas que valorizem os bens culturais e incentivem a reutilização criativa de edifícios antigos, bem como a execução de programas de educação socioambiental sobre a importância da história urbana.

Há soluções que respeitam a memória citadina e, ao mesmo tempo, atendem às demandas atuais. A requalificação de bairros históricos, a integração de elementos tradicionais na arquitetura contemporânea e a criação de espaços públicos multifuncionais configuram-se como estratégias que produzem transformações urbanas sustentáveis e culturalmente inclusivas.

Valorizar a memória de uma cidade significa enriquecer sua paisagem visual e emocional, construindo espaços para além da natureza física; espaços que são testemunhas vivas do passado, do futuro, do presente; espaços habitados, onde vivem e convivem cidadãs e cidadãos.

*Joaquim Cartaxo

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae do Ceará.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

O presidente Lula anunciou nesta quinta-feira (20), em visita ao Ceará, o investimento de R$ 778 milhões para expansão e consolidação de instituições federais de ensino e da saúde no

“Brasil: uma sociedade autoritária”

“Brasil: uma sociedade autoritária”

"O ódio é a característica central na sociedade brasileira contemporânea", aponta o ex-presidente do Brasil, Fernando Collor. Confira: Cabe uma paráfrase sociológica à pergunta feita por Nietzsche em Ecce Hommo,

País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, aponta pesquisa do IBGE

País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, aponta pesquisa do IBGE

O país tinha 9,4 milhões de empresas e outras organizações formais ativas em 2022, as quais ocuparam, em 31 de dezembro, 63 milhões de pessoas, sendo 50,2 milhões (80,0%) como

Programa oferece mais de 2,4mil vagas para jovens em cursos de Tecnologia

Programa oferece mais de 2,4mil vagas para jovens em cursos de Tecnologia

Estão abertas até o próximo dia 26 as inscrições para os cursos gratuitos Infraestrutura de Redes 5G, Programação iOS e Computação em Nuvem, ofertados pelo programa “Residência em TIC 20/Capacita

“Democracia, Direito, Liberdade e Justiça”

“Democracia, Direito, Liberdade e Justiça”

"O Estado não deve assumir a curadoria dos cidadãos, interditando progressivamente a capacidade civil e política", aponta o sociólogo e historiador Rui Martinho Rodrigues. Confira: Não há bônus sem ônus.

OAB-CE lança livro sobre Direito Tributário

OAB-CE lança livro sobre Direito Tributário

A Comissão de Direito Tributário da OAB-CE e a Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA-CE), lançam, na próxima segunda-feira, às 18h30, no auditório da Ordem, o livro "Direito Tributário