Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

PF faz operação para combater grupo que queria desestabilizar sistema prisional cearense

PF em Operação Especial. Foto: Polícia Federal

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO)  deflagrou, na manhã desta terça-feira, a Operação DEFCON 4. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Fortaleza, expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Ceará. O objetivo é interromper atuação de integrantes de grupos criminosos na tentativa de desestabilização do sistema penitenciário cearense, com apreensão de objetos ilícitos, documentos e mídias que elucidem a prática investigada.

As investigações, segundo a assessoria de imprensa da pF/CE, apontaram fortes indícios de que quatro investigadas estariam planejando atos para desestabilização do sistema penitenciário cearense, através de atos envolvendo arregimentação de pessoas para ataques a servidores públicos, inclusive policiais penais; prédios públicos, Fóruns da Justiça e penitenciárias; ataques a ônibus; amotinamentos e outras manifestações violentas, além de outras ações com o fim de tumultuar o sistema prisional, na tentativa de forçar, através do planejamento desses atos violentos investigados, a substituição do Secretário de Administração Penitenciária do Estado do Ceará (SAP/CE).

As quatro suspeitas serão ouvidas pela FICCO. Os dados apreendidos serão analisados pelos policiais federais. As investigadas podem responder pelo cometimento, em tese, dos crimes de constituição de organização criminosa armada, com penas de até 12 anos de prisão, sem prejuízo da descoberta de outros crimes mais graves praticados a partir da análise do material apreendido.

As investigações continuam, para detalhamento da participação de cada investigada e levantamento da participação de terceiros nos crimes. O nome da operação remete a condições de prontidão de defesa utilizados por forças policiais e armadas.

As ações policiais desencadeadas na FICCO são produto da cooperação interagências, com foco na inteligência de segurança pública, e contaram com a participação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

COMPARTILHE:
Mais Notícias
“Seguir no tempo” – Amelinha and Ricardo Bacelar

“Seguir no tempo” – Amelinha and Ricardo Bacelar

Homenagem do Blog à parceria Amelinha and Ricardo Bacelar.

Alexandre de Moraes diz que soberania brasileira está sob ataque

Alexandre de Moraes diz que soberania brasileira está sob ataque

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, afirmou nesta sexta-feira (19) que a soberania brasileira está sob um ataque promovido

Maracanaú conta sua história em livro didático escrito por professores do município

Maracanaú conta sua história em livro didático escrito por professores do município

A Prefeitura de Maracanaú realizou nessa quinta-feira (18) o lançamento do livro didático “Maracanaú: Conhecendo e Fazendo a História”, que irá compor as aulas de História das turmas de 3º

PF diz que perfis bloqueados por Moraes continuam realizando lives

PF diz que perfis bloqueados por Moraes continuam realizando lives

A Polícia Federal (PF) concluiu que perfis bloqueados por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes continuam realizando transmissões ao vivo e interações com usuários brasileiros

Encontro do PT que definirá pré-candidatura será restrito aos delegados

Encontro do PT que definirá pré-candidatura será restrito aos delegados

O Encontro Municipal do Partido dos Trabalhadores, que será realizado no domingo (21), a partir das 8 horas, no Salão Pedro Lazar, no Oasis Atlantico, será restrito aos 200 delegados

Anvisa tem maioria para manter proibição de cigarros eletrônicos

Anvisa tem maioria para manter proibição de cigarros eletrônicos

A maioria dos diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) votou nesta sexta-feira (19) por manter a proibição aos cigarros eletrônicos no Brasil. Com esse placar, continua proibida a