Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

A banalização da felicidade

Zenilce Bruno é psicóloga e sexóloga. Foto: Arquivo

Com o título “A banalização da felicidade”, eis artigo de Zenilce Bruno, psicóloga e sexóloga.Um artigo dos mais interessants. Confira:

Todo ser humano quer ser feliz, “mesmo aquele que comete um suicídio”, dizia Pascal, e ao fazer isso ele pensa escapar de sua infelicidade. Esse é um movimento que comumente realizamos: o de escapar de estados internos em baixa, como a tristeza, a solidão, a falta, a angústia ou o desacerto. Imagina-se com isso exorcizar a infelicidade. A ideia é talvez a de que esses estados representam um fracasso, uma incompetência existencial, uma impossibilidade de se proporcionar bem-estar. Talvez fôssemos mais sábios se víssemos nesses estados, oportunidades de maior contato consigo, de revisões pessoais e de crescimento. Talvez sofrêssemos menos ao compreender que a vida é alternância de felicidade e dor, como faces da mesma medalha. Acolhendo essa condição mais difícil de suportar podemos até superá-la, transformá-la e nos transformarmos. Essa pode ser a atitude construtora de uma base sustentável para o verdadeiro bem-estar social.

Sonhamos com felicidade, de preferência absoluta, estonteante e definitiva. Mas isso é fantasia. É farra do imaginário de nossa sociedade espetacular, que propõe emoções extremas e rostos maquiados de alegria. Na verdade, não há mega felicidade, ela é um sentimento simples que anda mais perto da suavidade e da paz, que das conquistas ruidosas e extremadas de bens, cultos do corpo e de si mesmo. Felicidade é um sentimento interno, tranquilo, mesmo que algo externo o promova. Coisas pequenas, fatos simples, podem constituir motivos de felicidade se não ficarmos à cata de razões extraordinárias para ser feliz. Ouvir uma música, bater papo com um amigo, ver o nascer do sol, passar num concurso, partilhar o melhor da gente com alguém que se gosta, cuidar de uma planta, passear de mãos dadas, ler um bom livro, apaixonar-se por algo ou alguém, são situações geradoras de felicidade “dentro de si”.

A felicidade do consumismo, do álcool, das drogas e suas desmedidas, do acúmulo de bens, da liberdade irrestrita, das arrogâncias expostas, pode ser uma felicidade “fora de si”, que até dá uma euforia, mas nada deixa ecoando positivamente pela vida. Pode, ao contrário, deixar um vazio, quando não um arrependimento, uma ressaca física ou moral. O excesso é tão danoso quanto à falta. Nos transtornos da vida contemporânea, parece urgente uma atenção especial para onde podem nos levar os caminhos que estamos elegendo de busca de felicidade. Somente sendo feliz de verdade, a gente pode facilitar o bem-estar próprio e o dos outros. Do contrário, pode-se enveredar por descaminhos custosos a si e ao social. Caminhos que podem transtornar, enlouquecer, deixar fora de si.
Por que será que neste tempo de tantas possibilidades felizes, há também tanta depressão, medo, angústia, fobias, pânico, vazio? Que descaminhos em nossas vidas estarão produzindo esses sintomas? O homem contemporâneo, tornou-se um ser inquieto e assustado em seu modo de inventar-se um sujeito feliz.

*Zenilce Bruno,

Sexóloga.

zenilcebruno@uol.com.br

COMPARTILHE:
Mais Notícias
“Se acaso você chegasse” – Cyro Monteiro

“Se acaso você chegasse” – Cyro Monteiro

https://www.youtube.com/watch?v=6xrMnC4-6_A Homenagem do Blogdoeliomar ao cantor e compositor carioca Cyro Monteiro, que neste sábado deixa 51 anos de saudade.

Trump agradece resposta rápida do Serviço Secreto e promete se manifestar sobre atentado

Trump agradece resposta rápida do Serviço Secreto e promete se manifestar sobre atentado

O candidato a presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu se manifestar sobre o atentado neste sábado (13), durante comício na Pensilvânia. Já o presidente Joe Biden condenou o atentado,

Atirador em comício de Trump teria sido morto, segundo Washington Post

Atirador em comício de Trump teria sido morto, segundo Washington Post

O suposto atirador no comício de Donald Trump, neste sábado (13), na Pensilvânia, teria sido morto por policiais norte-americanos, segundo o Washington Post. O jornal informou ainda que uma pessoa

Comício de Trump é interrompido por barulhos de tiros e candidato é retirado com manchas vermelhas no rosto

Comício de Trump é interrompido por barulhos de tiros e candidato é retirado com manchas vermelhas no rosto

Um comício de Donald Trump, na cidade de Butler, na Pensilvânia, neste sábado (13), foi interrompidos pelo barulho de tiros. O candidato foi cercado e protegido por seguranças e mostrou

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta

As inscrições para o concurso unificado da Justiça Eleitoral terminam na próxima quinta-feira (18), às 18h, no horário oficial de Brasília. Ao todo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 26

Atlético Cearense perde para América/RN em jogo de três pênaltis e deixa o G4 na Série D

Atlético Cearense perde para América/RN em jogo de três pênaltis e deixa o G4 na Série D

Em um jogo de três pênaltis, na tarde deste sábado (13), no estádio Domingão, o Atlético Cearense perdeu para o América/RN, por 2 a 1, o deixou o G4 do