Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Do Pé à xícara: Conheça a trajetória da Uritu Cafés – por Mirelle Costa

(O casal Gustavo e Virllane explicam que, além da experiência da degustação, também são ofertados cursos para o coffee lover que deseja aprimorar os sentidos, no caso, o olfato e o paladar, além de consultoria para cafeterias)
(O casal Gustavo e Virllane explicam que, além da experiência da degustação, também são ofertados cursos para o coffee lover que deseja aprimorar os sentidos, no caso, o olfato e o paladar, além de consultoria para cafeterias)

Gustavo Lima já era apreciador de café quando tornou-se produtor no maciço de Baturité.

“Eu queria começar, mas não sabia como. Fiz capacitações e treinamentos para plantar, colher e beneficiar o café especial. Vendíamos na praça, em Guaramiranga, em uma bike emprestada (risos) e, com muito orgulho, começamos a nossa história. Pouco tempo depois, trouxemos o produto para Fortaleza, mais especificamente pra feira Aue e também tivemos muito sucesso”, explica o proprietário, Gustavo Lima.

O casal Gustavo e Virllane começou a caminhada em 2019. A bicicleta que seria para venda de açaí chamou a atenção quando tornou-se a bike propaganda do café que eles produziam, no maciço de Baturité.
O casal Gustavo e Virllane começou a caminhada em 2019. A bicicleta que seria para venda de açaí chamou a atenção quando tornou-se a bike propaganda do café que eles produziam, no maciço de Baturité.
O café também fez sucesso na feira Auê. Na foto, o casal Gustavo e Virllane se divertindo e investindo nas vendas, em Fortaleza.
O café também fez sucesso na feira Auê. Na foto, o casal Gustavo e Virllane se divertindo e investindo nas vendas, em Fortaleza.

Em uma segunda fase da caminhada com o café, o casal decidiu investir na torrefação. Nasce, assim, a marca Uritu, com o apoio do professor do curso de design da UFC, Leonardo Buggy. Uritu vem do latim e significa queima. Hoje a Uritu oferece ao cliente a experiência de levar pra casa cafés de todo o Brasil. São cerca de cinquenta produtores parceiros espalhados por todo o país. A acolhida da visita é com a degustação dos cafés especiais. Os preços dos pacotes variam de trinta a setenta reais. Alguns supermercados, como os Mercadinhos São Luiz, já oferecem os cafés gourmet da Uritu.

(O casal Gustavo e Virllane explicam que, além da experiência da degustação, também são ofertados cursos para o coffee lover que deseja aprimorar os sentidos, no caso, o olfato e o paladar, além de consultoria para cafeterias)
(O casal Gustavo e Virllane explicam que, além da experiência da degustação, também são ofertados cursos para o coffee lover que deseja aprimorar os sentidos, no caso, o olfato e o paladar, além de consultoria para cafeterias)
(Já pensou tomar um café com sabor de calda de pudim? Essa é uma edição limitada, que tem data pra acabar. Se quiser ter a experiência, adiante-se).
(Já pensou tomar um café com sabor de calda de pudim? Essa é uma edição limitada, que tem data pra acabar. Se quiser ter a experiência, adiante-se).

A experiência do café calda de pudim, segundo os proprietários, inicia com as primeiras notas de sabor de frutas amarelas, como laranja lima, de acidez bem sutil. Depois, surge uma doçura frutada e cremosa, como uma tâmara. Por último, o aroma e o sabor lembram uma calda de açúcar bem caramelizada, inconfundível, como uma calda de pudim.

Além de cafés com notas de camomila, maçã verde e mel, a Uritu tem um blend exclusivo desenvolvido com a própria e pura fava da baunilha (sim, a original) e grãos de torra média. “Uma saca de sessenta quilos de um café especial custa três mil reais, enquanto o café, digamos, mais comum, sem processos de produção tão rigorosos, que não possui certificação internacional, custa menos da metade do valor. Ficamos felizes por ver o café especial brasileiro ser cada vez mais valorizado. As pessoas estão conhecendo melhor o nosso ouro negro. Um café especial possui mais de mil e quinhentos compostos aromáticos. O cuidado é do pé à xícara”, conta Virllane Nogueira, sócia da Uritu.

(Gustavo Lima mostra uma torrefação genuinamente cearense, que torra cafés especiais vindos das principais regiões cafeeiras do Brasil // Foto: Mirelle Costa)
(Gustavo Lima mostra uma torrefação genuinamente cearense, que torra cafés especiais vindos das principais regiões cafeeiras do Brasil // Foto: Mirelle Costa)

A loja fica em um casarão antigo, todo revitalizado, na rua Dona Leopoldina, em Fortaleza. Além dos cafés, licores e dos workshops sensoriais relacionados à bebida, a Uritu também dispõe de produtos para aquisição, como prensa francesa, filtros de acrílico e porcelana e outros produtos que fazem toda a diferença no sabor da bebida.
Qual seu método preferido?

Preferi, nessa matéria, trazer toda a história da caminhada do Gustavo e da Virllane pra você entender o quanto é importante correr atrás do que acredita. Eles tinham um propósito, muita determinação e foram buscar qualificação para hoje terem excelência no que produzem.
Orgulhar-se da própria caminhada é um grande passo para entender o que está por trás das marcas de sucesso, dos produtos que entram em nossos lares todos os dias.
A vida do empreendedor é feita de sonhos e de uma trajetória de muita luta e conquistas.

Vida longa ao café Uritu!

(Todos os cafés podem ser degustados antes de levar pra casa. Na foto, Gustavo, Virlanne e eu).
(Todos os cafés podem ser degustados antes de levar pra casa. Na foto, Gustavo, Virlanne e eu).

Lançamento do livro Entre Quadros e Balões

Quem se lembra da livraria Lua Nova, ali no Benfica? A escritora cearense, Kami Girão, em seu novo romance, revive a famosa livraria de Fortaleza.

A obra Entre Quadros e Balões conta com 240 páginas. É uma edição independente e narra a história de Ian e Nara, duas pessoas que compartilham o amor por histórias em quadrinhos e o luto por Lizandra, jovem que faleceu prematuramente. Para lidar com a perda, os dois precisarão superar as adversidades e trabalhar em conjunto. Este é o quarto trabalho publicado da escritora, que conta também com os títulos Fisheye (2021), Outubro (2013) e Yume (2011).
Um dos cenários mais importantes da obra, a comic shop Próxima Página, foi inspirada na antiga casa que fora o endereço da Livraria Lua Nova, localizada na Avenida Treze de Maio, fechada desde 2016. A casa, hoje já demolida, é reconstruída a partir da memória da autora. “Pedi a um amigo arquiteto para que ele me descrevesse a parte mais estrutural com base em fotos que encontrei na internet. A vida dessa casa na narrativa, porém, foi resultado do que eu me lembrava e do meu sentimento a respeito do edifício. Eu adoraria que aquele lugar fosse abrigo de outra loja assim”, conta.

Livro Entre Quadros e Balões
Livro Entre Quadros e Balões

O livro está com lançamento programado para o dia 18 de maio, às 17h, na cafeteria Tipo Café. A mediação do evento será realizada pela jornalista e escritora Isabel Costa e exemplares da obra serão vendidos no local a preço de capa (R$ 54,90).

(Kami Girão é cearense. Trabalha hoje como designer e escritora // Foto : Divulgação)
(Kami Girão é cearense. Trabalha hoje como designer e escritora // Foto : Divulgação)
COMPARTILHE:
Mais Notícias
Educação e Meio Ambiente são temas principais da biografia do professor Artur Bruno – por Mirelle Costa

Educação e Meio Ambiente são temas principais da biografia do professor Artur Bruno – por Mirelle Costa

Escrever sobre quem admiramos é um gesto, acima de tudo, muito generoso. A professora Najila Cabral dedicou três anos a eternizar a história de um professor e pesquisador que, certamente,

Região Norte recebe Evento Literário que reúne quase seis mil pessoas – por Mirelle Costa

Região Norte recebe Evento Literário que reúne quase seis mil pessoas – por Mirelle Costa

Mil livros vendidos, vinte expositores na feira literária, além de 37 ações foram realizadas em três dias de evento. Os números não conseguem expor a alegria de escritores e leitores

Do Pé à xícara: Conheça a trajetória da Uritu Cafés – por Mirelle Costa

Do Pé à xícara: Conheça a trajetória da Uritu Cafés – por Mirelle Costa

Gustavo Lima já era apreciador de café quando tornou-se produtor no maciço de Baturité. “Eu queria começar, mas não sabia como. Fiz capacitações e treinamentos para plantar, colher e beneficiar

Um pedaço do mundo dentro do bairro: a história da biblioteca comunitária Livro Livre Curió – Por Mirelle Costa

Um pedaço do mundo dentro do bairro: a história da biblioteca comunitária Livro Livre Curió – Por Mirelle Costa

Quando a ideia tomou forma, em 2018, Talles Azigon tinha apenas duas estantes e um sonho. Dividiu com a mãe um espaço dentro de casa. Ela, mantendo uma pequena esmalteria;

Aracati, Sobral e Icó recebem a Feira Literária do Ceará – Por Mirelle Costa

Aracati, Sobral e Icó recebem a Feira Literária do Ceará – Por Mirelle Costa

Feira Literária do Ceará Chega a Sobral, Icó e Aracati: Um Encontro Cultural Imperdível! Em maio, Sobral, Icó e Aracati recebem a primeira edição da Feira Literária do Ceará, com

14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

Explorando os Mistérios e Sabores do Café na Chacra Cafeteria: Uma Jornada Sensorial para Celebrar o Dia Mundial do Café Para celebrar O DIA MUNDIAL DO CAFÉ, tomamos a bebida