Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Inflação de março pesou menos para famílias de renda alta, aponta Ipea

Inflação de março pesou menos para família ricas. Foto: Ilustrativo

As famílias com renda mensal alta (acima de R$ 21.059,92) sentiram menos o peso da inflação, em março, se comparadas com os lares de renda muito baixa (menor que R$ 2.105,99). Enquanto a inflação oficial do país ficou em 0,16%, o peso para o bolso das famílias que estão no topo da pirâmide foi de 0,05%. Já para a base, 0,22%.

A análise faz parte do estudo Indicador de Inflação por Faixa de Renda, divulgado nesta segunda-feira (15), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão ligado ao Ministério do Planejamento e Orçamento.

O Ipea faz o desdobramento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na passagem de fevereiro para março, a inflação das famílias de renda alta passou de 0,83% para 0,05. No caso das famílias de renda muito baixa, a desaceleração no período foi menos expressiva, de 0,78% para 0,22%.

A análise da pesquisadora Maria Lameiras destaca que os preços dos alimentos no domicílio e dos combustíveis explicam grande parte deste alívio inflacionário em março. Mas as famílias de renda alta foram mais beneficiadas pela descompressão do grupo educação, que em fevereiro tinha sido impactado por reajuste de mensalidades escolares.

Um dos principais motivos para grupos familiares sentirem inflações diferentes é devido o perfil de consumo desses lares. Os mais pobres, por exemplo, têm o orçamento mais sensível a mudança nos preços de alimentos.

Já as famílias mais endinheiradas sentem mais alterações no custo de passagens aéreas, por exemplo. Esse item apresentou recuo de 9,1% em março, o que levou a uma “descompressão ainda mais significativa para a faixa de renda alta”, segundo o Ipea.

Doze meses
No acumulado de 12 meses, há uma inversão. As famílias de renda muito baixa percebem um aumento de 3,25% no custo de vida, abaixo da média nacional, 3,93%. Já os lares com renda alta tiveram inflação de 4,77%.

Nesse período, a maior contribuição de inflação para famílias de menor renda são os alimentos, que subiram 0,79%. No caso das famílias de renda alta, os maiores pesos ficaram com os itens transportes (0,97%) e saúde e cuidados pessoais (0,99%).

(Agência Brasil)

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Prêmios de encher os olhos e os bolsos na Mega, Milionária e Quina neste sábado

Prêmios de encher os olhos e os bolsos na Mega, Milionária e Quina neste sábado

A Mega-Sena, a Milionária e a Quina sorteiam na noite deste sábado (18) quase R$ 240 milhões em prêmios acumulados, segundo a estimativa da Caixa Econômica Federal. A Mega-Sena traz

Moraes pede que PGR avalie arquivamento de inquérito contra Bolsonaro

Moraes pede que PGR avalie arquivamento de inquérito contra Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu nessa sexta-feira (17) que a Procuradoria-Geral da República (PGR) avalie se deseja manter o pedido de arquivamento de um

“Deborah” – Vangelis

“Deborah” – Vangelis

Homenagem do Blogdoeliomar ao compositor e músico Vangelis, que nesta sexta-feira deixa dois anos de saudade.

Seguro obrigatório voltará a ser pago em 2025

Seguro obrigatório voltará a ser pago em 2025

O pagamento de indenização por invalidez ou morte a pedestres e motoristas voltará a ser feito no país com a criação do Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes

“Juventude e solidez”, aponta prefeito de Icapuí ao lançar pré-candidatura de Heverton Costa

“Juventude e solidez”, aponta prefeito de Icapuí ao lançar pré-candidatura de Heverton Costa

"Como filho da nossa terra, ele traz consigo não apenas experiência política, mas também um compromisso irrefutável com o progresso de nossa comunidade. Heverton representa a juventude e a coesão

Fies: termina à meia-noite prazo para convocação da lista de espera

Fies: termina à meia-noite prazo para convocação da lista de espera

Termina nesta sexta-feira (17) a meia-noite o prazo final para as convocações por meio da lista de espera do processo seletivo do primeiro semestre de 2024 do Fundo de Financiamento