Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Mancini e o espírito de vencedor do time alvinegro – por Luiz Henrique Campos

Mancini e o espírito de vencedor do time alvinegro
Mancini e o espírito de vencedor do time alvinegro

No começo do ano o treinador do Ceará, Vagner Mancini, deu entrevistas ressaltando que o time alvinegro seria este ano totalmente diferente daquele que encerrou a temporada passada. Destacava o treinador que o time teria o espírito de vencedor e entraria para disputar todos os campeonatos pensando alto. Nesta temporada, é bom lembrar, o Vozão entrou em quatro competições: Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série B.

A conquista do Estadual até seguiu o que tinha prognosticado o treinador. Já no Nordestão, acabou sendo eliminado pelo Sport. Ressalte-se que perder para o time pernambuco, em Recife, é perfeitamente aceitável. O que se lamenta é que após a derrota, o tal espírito vencedor seja confrontado com a imagem de tietagem por parte de alguns jogadores, como se horas antes o time não tivesse sido desclassificado na disputa pelo tricampeonato da Copa do Nordeste.

Qualquer pessoa tem o direito de expressar suas preferências políticas da forma que julgar conveniente. O que não é normal é que um grupo de atletas, após ficar fora de competição tão importante, não se preserve e apareça como se fossem garotos de auditório tirando fotos alegremente com quem quer que seja. O resultado dessa exposição todos viram nas redes sociais, e se nada der mais certo para o Ceará este ano, essa foto ainda vai dar muito pano para manga.

Mancini e o espírito de vencedor do time alvinegro
Mancini e o espírito de vencedor do time alvinegro

Fortaleza recupera confiança e respira aliviado com próximos jogos em casa

O futebol é mesmo fantástico. A vitória contra o São Paulo em pleno Morumbis no último sábado, e a goleada contra o Nacional Potosí pela Sul americana na quarta-feira, mudaram por completo o ânimo do torcedor do Leão que após a perda do título para o Ceará, ensaiou exigir mudanças radicais no clube. Uma semana depois, nada mudou no elenco, o time teve duas vitórias destacadas, e o tricolor terá agora uma semana menos tensa, com os dois próximos jogos em casa.

Na quarta, a partida será contra o Cruzeiro, pelo Brasileirão. Já no domingo, a disputa será pelas quartas de final da Copa do Nordeste, enfrentando o Altos (PI). Mas como em futebol o que vale é o resultado do dia, nada indica que daqui a uma semana, caso haja um resultado negativo contra a Raposa de BH, e aconteça a desclassficação frente ao time piauiense, todo aquele clima de desconfiança volte a tomar conta da torcida. O fato, é que independente dos próximos resultados, os tricolores ainda estão de cabeça inchada com o título perdido para o Ceará.

Fortaleza recupera confiança e respira aliviado com próximos jogos em casa - Foto: SPFC
Fortaleza recupera confiança e respira aliviado com próximos jogos em casa

 

Golaço do Bahêa fora de campo

Enquanto os principais dirigentes e jogadores de futebol do Brasil silenciaram depois dos fatos envolvendo Daniel Alves e Robinho, o Esporte Clube Bahia lançou em março um vídeo de protesto sobre a violência contra a mulher. O vídeo faz parte de uma campanha iniciada pelo clube em 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Ressalte-se que o Bahia foi o primeiro time profissional de Daniel Alves. O clube também retirou do seu museu uma imagem do jogador, condenado a quatro anos e meio de prisão por agressão sexual. A campanha envolve ainda um trabalho de conscientização com seus atletas de base sobre violência contra mulher, abuso sexual, machismo e feminicídio. O estado da Bahia registrou pelo menos 13.751 casos de violência contra a mulher em 2023, conforme dados divulgados pela Polícia Civil da Bahia (PC-BA). Ao todo, 129 mulheres foram vítimas de homicídio ao longo de 2023.

Imagens da campanha “A culpa é sua, o corpo não”
Imagens da campanha “A culpa é sua, o corpo não”

Ministério do Esporte quer incentivar prática esportiva por pessoas com TEA

O abril azul foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas, ONU, como forma de conscientizar as pessoas sobre o autismo, assim como dar visibilidade ao Transtorno do Espectro Autista (TEA). Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, uma em cada 160 crianças no mundo tem TEA. Como parte desse processo de conscientização, a Secretaria Nacional de Paradesporto (SNPAR), do Ministério do Esporte, iniciou por Caxias, no Maranhão, o programa TEAtivo.
Segundo o ministro André Fufuca, que participou do lançamento do programa, o objetivo do TEAtivo é a implantação de núcleos de práticas esportivas, corporais, psicomotoras e de lazer voltados ao atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo. O núcleo de Caxias será o primeiro a iniciar as atividades (núcleo-piloto) e o trabalho será desenvolvido pedagogicamente, junto com os profissionais e materiais lúdicos em ambientes que favoreçam a estimulação, sensibilização corporal, fazendo com que estes neurotransmissores sejam estimulados através do brincar, do desafio e da solução de problema por meio da psicomotricidade.

Ministério do Esporte quer incentivar prática esportiva por pessoas com TEA
Ministério do Esporte quer incentivar prática esportiva por pessoas com TEA

Fortaleza cria equipe de ciclismo e projeta participação em provas internacionais

A partir de um sonho que começou casualmente em 2023, um grupo de torcedores tricolores apaixonados por ciclismo, resolveu estruturar uma equipe desse esporte com a marca Fortaleza. Em janeiro deste ano, o que era sonho virou realidade e os abnegados tricolores conseguiram a licença para a formação da Equipe Fortaleza Ciclismo, que tem como dirigentes: Maurício Leão, diretor técnico; Igor Chacon, diretor comercial; e Fábio Fernandes, diretor de Marketing.
Atualmente a equipe conta com 14 atletas, entre base e alguns masters, para passar todo o conhecimento e expertise para os mais novos. “Estamos evoluindo como equipe, andando a passos largos e brevemente participaremos de provas nacionais e acreditamos que em 2025 já figuraremos em provas internacionais”, afirma Maurício.

Fortaleza cria equipe de ciclismo e projeta participação em provas internacionais
Fortaleza cria equipe de ciclismo e projeta participação em provas internacionais

O empate entre David e Golias no Estádio do Junco

O ano era 2001 e o Guarany de Sobral fazia uma campanha extraordinária na série C do Brasileirão, tendo chegado junto com o Etti Jundiaí, o Mogi Mirim e o Atlético Goianiense, no quadrangular final da competição. Quem vencesse subiria para a Série B do ano seguinte. Os jogos eram em turno único o bugre sobralense enfrentaria o portentoso Etti na cidade de Sobral e caso vencesse, praticamente garantiria a vaga.

Por toda a atmosfera envolvida o jogo chamou a atenção de boa parte da região Norte do Estado e o Etti, por conta da sua estrutura financeira, e por ser o primeiro grande time de fora do Ceará a jogar na princesa do Norte, era uma grande atração. Fui cobrir a partida e cheguei um dia antes, encontrando o time paulista hospedado no famoso Hotel Itacaranha, na agradável Meruoca.

Na volta para a cidade, passamos no treino do Guarany e era gritante a diferença de logística. Enquanto alguns jogadores do Etti jogavam tênis no Itacaranha, os atletas do bugre chegavam ao treino de bicicleta. Mas o mais simbólico se deu no dia do jogo. A chegada do Etti no Junco, em um luxuoso ônibus, fez os torcedores descerem das arquibancadas para ver a suntuosidade. Quase ao mesmo tempo, de forma discreta, desembarcava o Guarany. A diferença, é que um grupo chegou em uma kombi, e a outra parte, em um fusca, dirigido pelo treinador Teco Teco.

Era uma verdadeira luta entre David e Golias, só que dessa vez, David não venceu. O jogo terminou empatado em 1 x 1, tirando as chances do Guarany. Na partida seguinte o Etti conseguiu o acesso. Um dos jogadores da equipe paulista era o meio campista Vagner Mancini. Raimundo Brandão de Souza Bento, o Teco-Teco, foi ídolo dentro e fora de campo do Guarany. Ele faleceu em 2018.

O empate entre David e Golias no Estádio do Junco
O empate entre David e Golias no Estádio do Junco
COMPARTILHE:
Mais Notícias
A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

Houve um tempo no futebol cearense que era comum se trazer "estrelas" dos grandes

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

No futebol, por mais que se conjecture, se discuta taticamente, se culpe a diretoria, treinador ou o jogador tal, o que vale mesmo é sempre o último resultado. É por

Fortaleza conta com Centro de Excelência em Ginástica – por Luiz Henrique Campos

Fortaleza conta com Centro de Excelência em Ginástica – por Luiz Henrique Campos

Fruto de uma parceria da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Federação