Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Não dialogar com as universidades em greve é um equívoco”

Denise Assis é jornalista e mestra em Comunicação pela UFJF

“O prolongamento da greve nas universidades está criando animosidade num contingente de grande sustentação para o governo Lula”, aponta a jornalista e escritora Denise Assis. Confira:

A depender da atitude do governo, a greve das universidades que dura desde o mês de março pode acabar hoje, (27/05), num encontro previsto com a direção do movimento, ou se estender por tempo indeterminado. A maior queixa da categoria é pela atitude “autoritária” que perceberam numa nota emitida pelo Ministério de Gestão e Inovação (MGI), dando como prazo final para as negociações, esse encontro.

Não é verdade que a ministra Esther Dweck, da Gestão e Inovação, não tem falado sobre a greve das universidades, que se prolonga “perigosamente” até agora, sem que as partes tenham chegado a um acordo. A ministra tem, sim, se pronunciado, mas seu posicionamento, na visão dos grevistas, tem sido na contramão dos interesses de uma categoria que lutou bravamente contra Bolsonaro, pela manutenção das verbas destinadas ao setor, tão caro ao atual governo. A categoria foi decisiva no apoio a Lula contra o fascismo e, não a ouvir neste momento é, no mínimo, um equívoco.

De acordo com o comando de greve, a postura tem sido de endurecimento. Sobre a opinião do ministro da Educação, Camilo Santana, o segmento aguarda notícias. Para o MGI, esse encontro de hoje teria como objetivo selar o fim da greve. Para o movimento, é mais uma etapa do diálogo.

Ao exemplificar o que chamam de postura autoritária do MGI, os grevistas trouxeram a público um trecho da nota emitida pelo ministério: “Com relação às notícias que têm sido veiculadas nas redes sociais de algumas entidades, inclusive na imprensa, de que o encontro agendado para o próximo dia 27/05/2024 seria uma reunião de continuidade do processo negocial, esclarecemos que em reunião da mesa realizada no dia 15/05/2024, o governo apresentou a sua proposta final e foi acordado com as entidades representativas dos servidores e servidoras, docentes das universidades públicas federais, que a proposta seria submetida às assembleias da categoria e que o encontro do dia 27/05 seria convocado para assinatura do Termo de Acordo, não restando portanto, margem para recepção de novas contrapropostas”, afirma o texto encaminhado pela Deret/SRT/MGI.

Denise Assis é jornalista e Mestra em Comunicação pela UFJF. Trabalhou nos principais veículos, tais como: O Globo; Jornal do Brasil; Veja; Isto É e o Dia. Ex-assessora da presidência do BNDES, pesquisadora da Comissão Nacional da Verdade e CEV-Rio, autora de “Propaganda e cinema a serviço do golpe – 1962/1964” , “Imaculada” e “Claudio Guerra: Matar e Queimar”

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Deputada é cassada por pagar tratamento estético com dinheiro público

Deputada é cassada por pagar tratamento estético com dinheiro público

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) cassou, por unanimidade, o mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL-AP) por uso de verba pública de campanha eleitoral para procedimento estético durante

Vozão precisa vencer hoje o Sport para não se afastar do G4

Vozão precisa vencer hoje o Sport para não se afastar do G4

Com quase um terço de temporada, o Ceará precisa vencer o Sport, na noite desta quinta-feira (20), a partir das 21h30min, no Castelão, para não se afastar do G4 da

5 a 3 – Após voto de Toffoli, STF continua sem decisão sobre porte de maconha

5 a 3 – Após voto de Toffoli, STF continua sem decisão sobre porte de maconha

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quinta-feira (20) para manter a constitucionalidade da Lei de Drogas, norma que definiu penas alternativas a usuários de drogas.

“Tiros numa quinta-feira”

“Tiros numa quinta-feira”

"O presidente chegou, a assembleia incendiou, o dólar subiu, o cantor sertanejo faleceu, destaques sim mas, a chacina de 7 jovens não choca", aponta o jornalista Paulo Nóbrega. Confira: ​Causa

Alece passará a ter sessões remotas, diante da destruição do plenário

Alece passará a ter sessões remotas, diante da destruição do plenário

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), Evandro Leitão, anunciou na tarde desta quinta-feira (20), por meio das redes sociais, que o Legislativo do Estado passará a adotar sessões

Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

O presidente Lula anunciou nesta quinta-feira (20), em visita ao Ceará, o investimento de R$ 778 milhões para expansão e consolidação de instituições federais de ensino e da saúde no