Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Papel da mulher nas finanças familiares e corporativas”

Manoela Ventorini é do IBEF Mulher. Foto: Divulgação

Com o título “Papel da mulher nas finanças familiares e corporativas”, eis artigo de Manoela Ventorini, membro do IBEF Mulher. “Nesse contexto multifacetado, a gestão do orçamento familiar emerge como um desafio a ser enfrentado com destreza e equilíbrio”, expõe a articulista.

Confira:

Venho de uma família de classe média, meus pais, quatro irmãs e uma prima. Mesmo sendo um lar onde as mulheres predominavam, as questões financeiras eram sempre lideradas pelo meu pai, minha mãe pouco participava do controle financeiro doméstico. Este cenário familiar era comum nos anos 70 e 80. As finanças da casa, em sua maioria, eram geridas pela figura masculina.

No entanto, com o passar dos anos, este formato foi sendo remodelado, a mulher com sua habilidade de liderança e capacidade de tomada de decisão, passou a assumir um papel central na organização financeira do lar. Seja ela a principal provedora ou uma parceira ativa na contribuição financeira, seu papel vai além de apenas ganhar dinheiro; envolve também a capacidade de geri-lo de forma eficiente e eficaz.

Em fevereiro de 2023, o SERASA divulgou o resultado da pesquisa Relevância das Mulheres nas Finanças das Famílias Brasileiras, onde o levantamento apontava que as mulheres assumiram o protagonismo da gestão dos recursos financeiros da casa, com participação mais assertiva no orçamento doméstico e na construção do patrimônio familiar. Dentro da pesquisa, o indicador que mais chama atenção é que 88% das mulheres têm participação nas finanças das famílias.

Outro dado importante parte de um estudo da S&P Global aponta que, nos 24 meses após a nomeação para o cargo, CFOs mulheres registraram um aumento de 6% na rentabilidade e retornos de ações 8% maiores. No universo moderno, a figura da mulher executiva ganhou destaque tanto nos corredores das corporações como na administração do lar. Nesse contexto multifacetado, a gestão do orçamento familiar emerge como um desafio a ser enfrentado com destreza e equilíbrio.

Desta forma, podemos observar o papel desafiador tanto da mulher executiva quanto da mulher gestora de renda familiar, onde algumas vezes ela assume ambos papéis e equilibra com maestria as demandas do trabalho e da família, estabelecendo um exemplo inspirador de como alcançar o sucesso tanto no mundo dos negócios quanto no ambiente doméstico.

*Manoela Ventorini,

Membro do IBEF Mulher.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

Lula anuncia R$ 778 milhões em investimentos em instituições federais do Ceará

O presidente Lula anunciou nesta quinta-feira (20), em visita ao Ceará, o investimento de R$ 778 milhões para expansão e consolidação de instituições federais de ensino e da saúde no

“Brasil: uma sociedade autoritária”

“Brasil: uma sociedade autoritária”

"O ódio é a característica central na sociedade brasileira contemporânea", aponta o ex-presidente do Brasil, Fernando Collor. Confira: Cabe uma paráfrase sociológica à pergunta feita por Nietzsche em Ecce Hommo,

País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, aponta pesquisa do IBGE

País tinha 9,4 milhões de empresas em 2022, aponta pesquisa do IBGE

O país tinha 9,4 milhões de empresas e outras organizações formais ativas em 2022, as quais ocuparam, em 31 de dezembro, 63 milhões de pessoas, sendo 50,2 milhões (80,0%) como

Programa oferece mais de 2,4mil vagas para jovens em cursos de Tecnologia

Programa oferece mais de 2,4mil vagas para jovens em cursos de Tecnologia

Estão abertas até o próximo dia 26 as inscrições para os cursos gratuitos Infraestrutura de Redes 5G, Programação iOS e Computação em Nuvem, ofertados pelo programa “Residência em TIC 20/Capacita

“Democracia, Direito, Liberdade e Justiça”

“Democracia, Direito, Liberdade e Justiça”

"O Estado não deve assumir a curadoria dos cidadãos, interditando progressivamente a capacidade civil e política", aponta o sociólogo e historiador Rui Martinho Rodrigues. Confira: Não há bônus sem ônus.

OAB-CE lança livro sobre Direito Tributário

OAB-CE lança livro sobre Direito Tributário

A Comissão de Direito Tributário da OAB-CE e a Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA-CE), lançam, na próxima segunda-feira, às 18h30, no auditório da Ordem, o livro "Direito Tributário