Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

PF nega acordo para nova delação no caso Marielle

Caso Mariellle teve muitas idas e vindas. Foto: Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) informou, em nota divulgada na noite desta terça-feira (23), que, até o momento, ocorreu apenas uma delação premiada nas investigações do caso envolvendo o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

“A Polícia Federal informa que está conduzindo há cerca de onze meses as investigações referentes aos homicídios da vereadora Marielle Franco e de Anderson Gomes. Ao longo desse período, a Polícia Federal trabalhou em parceria com outros órgãos, notadamente o Ministério Público, com critérios técnicos e o necessário sigilo das diligências realizadas. Até o momento, ocorreu uma única delação na apuração do caso, devidamente homologada pelo Poder Judiciário”

A delação citada na nota é a do ex-policial militar Élcio de Queiroz, que dirigia o carro usado no crime. Os detalhes dessa delação foram a público em julho do ano passado e é a única confirmada pela PF até o momento.

A manifestação da PF ocorre após publicações, por veículos da imprensa, que afirmam que o ex-policial militar Ronnie Lessa teria aceito acordo de delação premiada com a Polícia Federal e fornecido informações que apontam o mandante do crime.

A suposta novidade no caso provocou manifestações da irmã de Marielle, a ministra da Igualdade Racial Anielle Franco. “Recebi as últimas notícias relacionadas ao caso Marielle e Anderson e reafirmo o que dizemos desde que a tiraram de nós: não descansaremos enquanto não houver justiça”.

A PF, no entanto, não confirma as informações envolvendo Lessa e acrescentou que elas podem comprometer as investigações.

“As investigações seguem em sigilo, sem data prevista para seu encerramento. A divulgação e repercussão de informações que não condizem com a realidade comprometem o trabalho investigativo e expõem cidadãos”.

Papel da imprensa

A viúva de Marielle, a vereadora Mônica Benício, também se manifestou sobre os recentes capítulos envolvendo o crime. Ela criticou a atuação de alguns veículos de imprensa e jornalistas, que disse estarem mais preocupados com likes [curtidas]. “Matérias clickbait [caça-cliques] começam a surgir de forma irresponsável, com os familiares, com as investigações e a elucidação do caso e com o papel democrático que a imprensa deve ter”.

Mesmo assim, ela exalta que a “imprensa teve e terá um papel de suma importância no andamento das investigações, na elucidação e na penalização dos envolvidos, executores e mandantes.”

(Agência Brasil)

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Ataque ao ônibus do Fortaleza é definido pela FCF como “tentativa de assassinato”

Ataque ao ônibus do Fortaleza é definido pela FCF como “tentativa de assassinato”

A Federação Cearense de Futebol (FCF) divulgou nota, nesta quinta-feira, acerca do atentado sofrido pelo time do Fortaleza nessa noite de quarta-feira, no Recife. Isso, quando a equipe teve o

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

A Receita Federal abriu, nesta quinta-feira (22), a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de fevereiro de 2024. O pagamento será feito no

Movimento Conservadores Cristãos de Fortaleza repudia fala de Lula contra Israel

Movimento Conservadores Cristãos de Fortaleza repudia fala de Lula contra Israel

O Movimento Conservadores Cristãos de Fortaleza divulgou nota de repúdio contra o presidente Lula e sua comparação dos ataques de Israel em Gaza com o holocausto. Considera "grotesca" a comparação

Choveu em mais de 100 cidades cearenses nas últimas horas

Choveu em mais de 100 cidades cearenses nas últimas horas

Choveu em 102 municípios cearenses, nas últimas 24 horas, segundo a Funceme. Confira o boletim das chuvas registradas: 1 - Novo Oriente (NOVO ORIENTE): 80.0 2 - Ibiapina (IBIAPINA): 79.5

Bolsonaro vai à PF depor, mas deve permanecer em silêncio

Bolsonaro vai à PF depor, mas deve permanecer em silêncio

O ex-presidente Jair Bolsonaro vai comparecer, nesta tarde de quinta-feira, à sede da Polícia Federal, em Brasilia. Deveria depor sobre seu envolvimento na trama por um golpe de Estado após

Eduardo Girão: Tragédia da insegurança no Ceará tem o DNA das “oligarquias”

Eduardo Girão: Tragédia da insegurança no Ceará tem o DNA das “oligarquias”

O senador Eduardo Girão (Novo) lamentou, em pronunciamento nessa quarta-feira (21), os assassinatos ocorridos no último final de semana no Ceará, onde 22 pessoas foram mortas, sendo oito delas em