Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Possível fechamento do Arquivo Intermediário preocupa Associação dos Servidores da Secult-CE

A Associação dos Servidores da Secretaria da Cultura (Assecult) mostra preocupação com o possível fechamento do arquivo intermediário localizado na rua Pinto Madeira, no Centro de Fortaleza. O arquivo abriga um acervo histórico, composto por documentos administrativos dos séculos XIX e XX, que englobam uma ampla gama de informações para a preservação da memória e identidade cultural.

Entre os documentos que correm o risco de serem dispersados ou negligenciados estão os diários oficiais, registros da Casa Civil, da Maternidade Juvenal de Carvalho e da Importadora Boris Frères, além de arquivos de municípios do interior do Estado, entre outros. São registros que não apenas documentam a história administrativa, econômica e social, mas também lançam luz sobre aspectos essenciais da identidade coletiva do Estado.

A gestão da Secretaria da Cultura (Secult) sugere que a massa documental seja levada para o arquivo central, na rua Senador Pompeu. No entanto, os servidores levantam sérias preocupações quanto a essa proposta. Alegam que o arquivo central já enfrenta restrições significativas de espaço físico, o que comprometeria a adequada preservação e acessibilidade dos documentos.

A direção da Assecult considera que o fechamento do arquivo intermediário representaria não apenas a perda irreparável de um valioso patrimônio histórico, mas também uma quebra na continuidade do serviço de preservação documental. A separação dos documentos em múltiplos locais pode resultar em dificuldades adicionais para pesquisadores, historiadores e cidadãos interessados em acessar esses registros.

A Assecult requer que a Secretaria da Cultura reconsidere essa decisão e busque alternativas viáveis que garantam a preservação e acessibilidade contínuas desses documentos históricos, visto que não há qualquer justificativa para essa mudança, pois o prédio, segundo recente avaliação do Ministério Público, necessita apenas de algumas adequações. Vale ressaltar o interesse da Faculdade CDL no espaço, pois recentemente realizou uma medição da área.

Em última análise, a entidade afirma que a preservação desse patrimônio documental não é apenas uma questão de responsabilidade histórica, mas também uma demonstração de respeito pela a identidade cultural e pelas gerações futuras. O fechamento do arquivo intermediário seria um passo na direção errada e um golpe contra a parte da memória da sociedade cearense.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Cai helicóptero que transportava presidente do Irã

Cai helicóptero que transportava presidente do Irã

O helicóptero que transportava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, 63, e o ministro Hossein Amir-Abdollahian, das Relações Exteriores, caiu neste domingo (19), quando sobrevoava as montanhas do Azerbaidjão. Segundo

“Ninguém me ensinou sobre finais”

“Ninguém me ensinou sobre finais”

"Me tornei mãe, agora eu que recebo as cartinhas e músicas", aponta a pedagoga Cynthia Rabelo. Confira: Mês de maio sempre foi um mês que me deixava feliz. Seja por

Associações LGBT questionam no STF leis que proíbem uso de linguagem neutra

Associações LGBT questionam no STF leis que proíbem uso de linguagem neutra

A Aliança Nacional LGBTI+ e a Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas apresentaram ao Supremo Tribunal Federal um conjunto de 18 processos contra leis municipais e uma lei estadual que proibiram

Neutralidade de José Airton em Icapuí potencializa pré-candidatura de Ilanna em Pentecoste

Neutralidade de José Airton em Icapuí potencializa pré-candidatura de Ilanna em Pentecoste

Com parentesco a pré-candidatos à Prefeitura de Icapuí,  o deputado federal José Airton Cirilo anunciou neste fim de semana a neutralidade de apoio no município do Litoral leste do Ceará.

Jornalista cearense lança livro de crônicas do mandato de Bolsonaro

Jornalista cearense lança livro de crônicas do mandato de Bolsonaro

Crônicas de um mandato sob ataques. Esse é o tema do livro "Fora Bolsonaro", do jornalista Luciano Cléver, com lançamento pela Amazon.in, que traz crônicas sobre o mandato do ex-presidente