Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“O Guarda e o Coronel”

Ernesto Antunes, consultor de empresas do Sebrae e Senai/CE. Foto - Arquivo Pessoal

Com o título “O Guarda e o Coronel”, eis artigo de Ernesto Antunes, adminstrador e consultor de empresas. Ele usa de metáfora para abordar os tempos atuais no Estado.

Confira:

Quando criança, costumava ser indagado sobre o que queria ser quando crescesse, e não hesitava na resposta, afirmando que queria ser um guarda de trânsito. Para alguns, esta resposta era inusitada, pois a maioria das crianças da minha geração pensava em ser jogador de futebol, médico, advogado e até bombeiro. Além de responder à indagação, complementava dizendo que o guarda de trânsito tinha muito poder, pois mandava os veículos pararem e seguirem, fazendo gestos fortes, de modo que todos tinham que seguir suas orientações no caótico trânsito da nossa capital.

Para alguns estudiosos em liderança, isso denotava aspectos de protagonismo e poder, sinalizando que quem admirava a postura desse profissional poderia desenvolver esse traço de perfil profissional. Isso foi tão verdadeiro que adotei e costumo seguir os líderes que têm força, determinação e lições efetivas para minha vida.

Com o passar do tempo, nos deparamos com pessoas que são chamadas de “Coronéis”, denotando ser um novo tipo de líder, principalmente na esfera política. No passado remoto, o famoso
coronel, ou “coroné”, era uma pessoa com forte influência em seu reduto eleitoral, transformando sua força e poder em armas em determinados territórios dominados por eles, inclusive por imposição de seus ideais.

Recentemente, o ex-governador Tasso Jereissati afirmou que o ministro Camilo Santana (Educação) tinha todas as características de ser o “novo coronel do Ceará”, dando a ideia de que “quem pode, obedece quem tem juízo”, característica do velho coronel do sertão nordestino.

Comparando o coronelismo com a liderança, enxergo como diferentes em termos conceituais. O líder, tendo Jesus Cristo como o maior exemplo deles, deixa legados com seus ensinamentos, e seus seguidores seguem seus preceitos e exemplos praticados. Já o coronel, mesmo sendo respeitado, procura agir muito pela imposição, e muitas vezes tem um ciclo curto, até aparecer outro coronel que resolva mudar o curso da história, com traições políticas. Inclusive, alguns de seus seguidores/eleitores não entendem qual o legado a ser deixado ou a ideologia, a não ser a sede pelo poder. Isso pode ter aspectos mais negativos do que positivos, pois a visão do coronel sempre tem um viés político, onde impera apenas a sua visão, não existindo democracia em sua cartilha.

*Ernesto Antunes

Administrador e consultor de empresas.

COMPARTILHE:

Uma resposta

Mais Notícias
Abin Paralela: Moraes retira sigilo de áudio de conversa de Bolsonaro

Abin Paralela: Moraes retira sigilo de áudio de conversa de Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou há pouco o sigilo do áudio no qual o ex-presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional

Zagueiro do Itarema erra duas vezes seguidas e vídeo viraliza como resultado manipulado na Série C do Campeonato Cearense; Atleta é desligado do clube

Zagueiro do Itarema erra duas vezes seguidas e vídeo viraliza como resultado manipulado na Série C do Campeonato Cearense; Atleta é desligado do clube

O volante Ewerton teve o contrato anulado pela Itarema, equipe da terceira divisão do futebol cearense, no início da noite desta segunda-feira (15), após um vídeo viralizar nas redes sociais

Podemos realiza a 14ª Oficina da Vitória das Cidades

Podemos realiza a 14ª Oficina da Vitória das Cidades

Promovida pela Fundação Podemos, a 14ª Oficina da Vitória das Cidades reuniu, nesse fim de semana,, no Hotel Gran Mareiro, na Praia do Futuro, pré-candidatos ao próximo pleito. Renata Abreu,

Lula diz que atentado a Trump “empobrece a democracia”

Lula diz que atentado a Trump “empobrece a democracia”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta segunda-feira (15), que o atentado contra o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “empobrece a democracia”. Ao chegar para agenda de

“Risco de Bolsonaro II”

“Risco de Bolsonaro II”

"Bolsonaro deve imediatamente perder o 'réu primário' e tornar-se 'ficha suja'. Basta de leguleio e logorreia jurídica. Bolsonaro na cadeia já!", aponta o historiador Chico Teixeira. Confira: A situação mundial

PMB volta para a base de apoio do prefeito Sarto

PMB volta para a base de apoio do prefeito Sarto

Três meses após deixar a base de apoio do governo Sarto, o Partido da Mulher Brasileira (PMB) está de volta ao arco de aliança que apoia o projeto da reeleição