Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Instagram de Sarto trava após “derrapada” na barbárie no IJF

"É mesquinho e desumano", diz Brizzi sobre tentativa do prefeito Sarto em responsabilizar o governador Elmano pela barbárie no IJF

Após o prefeito Sarto se precipitar aos fatos e culpar o governador Elmano pela barbárie ocorrida nessa terça-feira (23), no IJF, quando um ex-funcionário adentrou por meio da liberação do sistema de reconhecimento facial, no maior hospital de referência de Fortaleza, e matar e decapitar um servidor terceirizado, motivado pelo ciúme, o Instagram do prefeito travou nesta quarta-feira (24).

O Blogdoeliomar apurou que Sarto teria se irritado  com a sua assessoria de comunicação, que estaria à frente da divulgação das ações do prefeito nas redes sociais, quando o Paço Municipal agora não consegue superar o desgaste sobre Sarto, diante da inteira responsabilidade da Prefeitura pelo ocorrido, mas que em uma tentativa frustrada buscou culpar o Estado.

Na versão precipitada de Sarto (ou de sua assessoria de comunicação, como agora quer colocar a gestão), o crime teria sido provocado por facções, após invadir o IJF por meio da violência. Na postagem do Instagram, Sarto aponta “cumplicidade” do governador Elmano em favor das facções criminosas.

“Não permitirei que o acesso aos nossos serviços públicos sejam prejudicados pela insegurança”, postou o prefeito de Fortaleza (ou sua assessoria de comunicação, como agora quer colocar a gestão), sem atentar que o acesso do assassino ao IJF foi facilitada pela não atualização do sistema de reconhecimento facial, que permitiu a entrada de um ex-funcionário desligado desde 2022. O assassino adentrou com uma mochila e uma arma, sem ser revistado pela Guarda Municipal, também de inteira responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza.

A derrapada do prefeito Sarto desencadeou discursos equivocados na gestão, a exemplo do vice-prefeito Elcio Batista, que repetiu em vídeo a postagem de Sarto (ou de sua assessoria de comunicação, como agora quer colocar a gestão). Após também trazer informações equivocadas e inverídicas em seu Instagram, o vice-prefeito fixou postagens antigas acima de seu último vídeo.

Vereadores debatem o tema

Em uma sessão que teve mais de quatro horas de duração, os vereadores debateram a barbárie no IJF e cobraram um pedido de desculpas do prefeito Sarto e de seu líder na Câmara Municipal, Iraguassu Filho (PDT), outro que se precipitou aos fatos.

O vereador Julio Brizzi (PT) lamentou a falta de empatia do prefeito e apontou uma tentativa da gestão municipal de jogar a culpa no Estado. “É mesquinho e desumano”, disse.

Bruno Mesquita (PSD) responsabilizou a direção do IJF pela falha na segurança e sugeriu que Iraguassu Filho pedisse desculpas por sua fala precipitada dessa terça-feira.

Eudes Bringel (PSD) revelou que a indicação do diretor do IJF do irmão do prefeito, vereador Elpídio Nogueira (PDT). Disse que o prefeito Sarto gosta de promover festas, enquanto a família da vítima da barbárie não foi procurada pela Prefeitura, pois houve dificuldade com o sepultamento.

Adriana Nossa Cara (Psol) apontou que a barbárie foi uma tragédia anunciada, diante da fragilidade do sistema de acesso ao IJF.

Leo Couto (PSB) também ressaltou a falha na segurança do IJF.

Estrela Barros (PSD) criticou a “incompetência da segurança do IJF”.

Julierme Sena (PL) perguntou se a cidade de Fortaleza tem prefeito. “Acho que não”, respondeu.

Base insiste

A base de apoio ao prefeito Sarto insiste em tirar o foco da inteira responsabilidade da Prefeitura na barbárie do IJF.

PPCell (PDT) disse que o estado vive pior momento na Segurança Pública. Cobrou críticas ao governador Elmano pela morte de mulheres no Estado. “Será que no ano todinho, só houve esse caso do IJF?”, afirmou.

Lúcio Bruno (PDT) relatou que 19 pessoas morreram ontem no Estado.

Carlos Mesquita (PDT) viajou 2.068 anos para falar que a insegurança acontece em todos os tempos, ao citar o assassinato do general e ditador romano Julio Caesar, em uma conspiração de senadores, entre esses estava Marcus Junius Brutus, estimado sobrinho do general. “O pior cego é o que não quer ver. Falha na segurança do IJF é natural”, emendou Carlos Mesquita.

A vereadora Estrela Barros confessou que não entendeu as comparações do vice-líder do prefeito, que também citou o 8 de Janeiro, em Brasília. Bruno Mesquita também ironizou o pronunciamento de Carlos Mesquita. “As pessoas querem mudar o sentido das coisas: o que é certo passa ser errado e o que é errado passa a ser o certo”.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
SENAI realiza o projeto H-TEC em Fortleza e na Região do Cariri

SENAI realiza o projeto H-TEC em Fortleza e na Região do Cariri

O SENAI do Ceará vai iniciar, nesta segunda-feira, as aulas práticas dos cursos de formação na área de energias renováveis do projeto H-TEC, que busca capacitar mão de obra para

Construir de olho em sustentabilidade

Construir de olho em sustentabilidade

O seminário Expoconstruir Nordeste 2024, encerrado na última sexta-feira, no Centro de Eventos, foi avaliado como um dos melhores. Além das rodadas de negócios e feira, contou com palestras que,

“O Elixir da Vida Longa”

“O Elixir da Vida Longa”

Com o título "O Elixir da Vida Longa", eis artigo de Maurício Filizola, empresário e diretor da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Uma boa reflexão sobre nosso presente e nosso

Centro Dragão do Mar encerra hoje prazo para convocatória de ocupação artística

Centro Dragão do Mar encerra hoje prazo para convocatória de ocupação artística

Terminal hoje as inscrições para a terceira edição do Cena Ocupa, convocatória de ocupação artística dos espaços do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Serão selecionadas até 70

Aposta de R$ 2,50 ganha R$ 76,6 milhões na Quina de São João

Aposta de R$ 2,50 ganha R$ 76,6 milhões na Quina de São João

Com uma probabilidade de uma chance em 24 milhões de tentativas, uma aposta realizada no município de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, levou R$ 76,6 milhões na Quina