Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Diferenças entre investir por uma Corretora e um Banco – Por Fabiano Mapurunga

investir por intermédio de uma Corretora de Investimentos e um Banco
Como investir também exige escolhas

Esse tema traz uma relevância significativa, pois mexe com nossos costumes, cabendo até mesmo o termo “ser convencional”, em nossas características. Vamos hoje expandir nossos horizontes, e demonstrar que além de as corretoras de valores ampliarem nossos horizontes de possibilidades de investimentos, elas trazem consigo, segurança e solidez.

Uma corretora possibilita o acesso a uma gama bem mais ampla de aplicações financeiras, que deixa o número limitado e unilateral de produtos oferecidos por alguns bancos, a ver navios.

Na minha opinião, muitas pessoas ainda acabam investindo por intermédio de bancos, e assim perdendo boas oportunidades, por falta de conhecimento.

Vamos abordar alguns pontos que podem lhes ajudar a esclarecer algumas dúvidas:

O que são e como operam as corretoras de investimentos?

Por definição, elas são instituições financeiras que possuem autorização para ofertarem produtos de investimentos, como CDBs, ações e contratos futuros.

Seu funcionamento básico, pode ser sintetizado pelas categorias de seus produtos, que são divididos entre renda fixa e variável. As corretoras são responsáveis por conectar os clientes ao mercado financeiro, proporcionando-lhes uma completa assessoria.

Ao se fazer a aquisição de um produto de investimento em uma corretora, a ordem de solicitação deste, será enviada para esta instituição, que na sequência, a transmite até os agentes, coma a B3 e a Cetip.

Vamos detalhar, quais são as reais diferenças entre investir por Corretora e por um Banco:

As corretoras de valores procuram lhe ofertar produtos conforme o perfil do cliente, na perspectiva de lhe dar segurança e rentabilidade. Já os bancos, possuem um número muito específico de opções que, na maioria das vezes, estão restritos apenas aos produtos da sua marca, o que incorre em um risco muito grande, de lhes ser ofertado o produto que mais convém ao banco e não propriamente ao cliente.

Os bancos normalmente cobram mais caro pelos seus produtos, incorrendo também, na cobrança de taxas excessivas e oferecendo opções de investimentos com rentabilidades bem mais baixas. Logo, a gama de ativos financeiros oferecidos pelos bancos é muito menor, principalmente para os pequenos investidores.

Quanto maior for o banco, menor será a rentabilidade que ele oferece aos seus clientes, em seus produtos de investimentos. Pelo simples fato de não ter tanta necessidade de captação de cash, em função da entrada inercial de valores nas suas contas correntes.

As corretoras de valores, quase sempre, disponibilizam ativos com rendimentos bem mais atrativos, pois não ficam prezas a nenhuma instituição, elas podem ofertar produtos de vários agentes, como bancos pequenos, securitizadoras e financeiras.

Nos bancos, além dos baixos rendimentos, você ainda vai ter que pagar taxas recorrentes e elevadas. Isso devido ao fato de os custos transacionais destes, serem bem maiores, por possuírem agencias físicas caras, e estruturas operacionais inchadas. Eles carregam todos esses custos nas costas dos clientes.

As corretoras, em sua maioria, são quase totalmente online, ou seja, você resolve tudo na hora com apenas alguns cliques. Assim elas podem ter custos transacionais bem menores associados às aplicações, inclusive estas possuem vários ativos sem custos nenhum para os clientes.

Porque lhes sugiro investir via Corretora de Investimentos?

Serviços bem diferenciados e personalizados, realizados por profissionais muito capacitados e voltados para dar o máximo de rentabilidade possível para os clientes;

Segurança é um dos pontos mais fortes, considerando que elas sejam autorizadas pelo Banco Central, B3 e outros órgãos reguladores. Aplicações em Tesouro Direto são garantidas pelo próprio Tesouro Nacional. Poupança, CDB e LCI são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o limite de R$ 250 mil por CPF ou CNPJ, assim como nos bancos grandes. Não há diferença.

Diversificação. Sempre é muito arriscado concentrar seus investimentos em um único ativo. O gerente do seu banco, é claro que sabe disso, mas a preocupação dele é atingir as metas mensais, e não a rentabilidade e o risco do cliente. As corretoras ganham pela rentabilidade da carteira do cliente e procuram trabalhar sob a ótica do equilíbrio de retornos.

Com essas informações espero ter podido contribuir, para quebrar os paradigmas em sua visão sobre investimentos, e demonstrar que nos bancos, o seu dinheiro acabará simplesmente, dando muito mais rentabilidade para eles do que para você. Procure mais informações sobre as Corretoras de Valores e comece realmente a fazer o seu dinheiro render.

COMPARTILHE:

Respostas de 4

  1. Como todos os artigos elaborados , esse foi mais um excelente !!
    Eu mesma vi, ano passado, quanto é menos vantajoso aplicar em bancos grandes!

  2. Mais uma matéria bem apresentada e esclarecedora. Foi possível bom estendimentp sobre o assunto.

  3. Excelente abordagem e exploração do tema. Parabéns

Mais Notícias
Reduflação: produtos estão reduzindo de tamanho ou quantidade, e os seus preços estão permanecendo os mesmos? – Por Fabiano Mapurunga

Reduflação: produtos estão reduzindo de tamanho ou quantidade, e os seus preços estão permanecendo os mesmos? – Por Fabiano Mapurunga

Vocês a cada dia que passa, estão percebendo que os produtos vêm reduzindo de tamanho e seus preços estão ficando os mesmos, ou até aumentando? As nossas idas ao supermercado

Relevância e Cuidados Necessários nas Vendas em Cartão de Crédito para o Comércio Varejista – por Fabiano Mapurunga

Relevância e Cuidados Necessários nas Vendas em Cartão de Crédito para o Comércio Varejista – por Fabiano Mapurunga

Acompanhar o movimento das vendas do seu comércio, é de suma importância para entender que pontos precisam ser melhorados e como os melhorar. As empresas não podem apenas ficar reféns

Funcionamento da Política Monetária – por Fabiano Mapurunga

Funcionamento da Política Monetária – por Fabiano Mapurunga

Presenciamos em nosso cotidiano, um impacto direto em nossos bens e serviços de consumo, ocasionado pelos efeitos inflacionários. Um dos papéis do Banco Central é justamente, o controle da inflação,

Entendendo o Mercado de Derivativos sem Complicações – por Fabiano Mapurunga

Entendendo o Mercado de Derivativos sem Complicações – por Fabiano Mapurunga

Hoje vamos tratar de um tema que possui grande envergadura no mercado financeiro, mas que ainda é pouco conhecido pela grande maioria dos empresários, e dos profissionais que gerenciam os

Diferenças entre investir por uma Corretora e um Banco – Por Fabiano Mapurunga

Diferenças entre investir por uma Corretora e um Banco – Por Fabiano Mapurunga

Esse tema traz uma relevância significativa, pois mexe com nossos costumes, cabendo até mesmo o termo “ser convencional”, em nossas características. Vamos hoje expandir nossos horizontes, e demonstrar que além

VALUATION – Quanto vale uma empresa para o mercado? – por Fabiano Mapurunga

VALUATION – Quanto vale uma empresa para o mercado? – por Fabiano Mapurunga

Vamos hoje conversar um pouco, sobre como podemos mensurar o valor de mercado de uma empresa para que possamos conduzir operações de venda e de compra de suas ações. Precisamos