Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Moses e o cavalo paraguaio”

Norton Lima Junior é jornalista

“Moses tem todo o direito de expressar a sua opinião. Ele pode iludir-se e iludir ou acreditar que ilude”, aponta o jornalista Norton Lima Jr. Confira:

O Ceará é assim: depois que um debocha, o resto avacalha. Bastou o Capitão Wagner aparecer como “cavalo paraguaio”, em uma revista nacional (Veja, 20/5), que logo a pecha espalhou. E, como andar com porcos é comer farelos, por simbiose, quem segue o “cavalo paraguaio” virou “cocô do cavalo paraguaio”.

É o caso do confuso deputado federal Moses Rodrigues — PMDB (2011-2013); PPS (2013-2016); MDB (2016-2022); UNIÃO (2022).

Não tenho procuração dos queridos amigos do querido blog do Eliomar, um dos poucos espaços independentes e livres de censura no Ceará, mas não preciso.

Repudio e lamento a covarde chicotada do faraônico Moses contra Eliomar, um escravo da notícia.

Por certo, outros também repudiarão e lamentarão, porque foi covarde Moses. Bateu por achar Eliomar pequeno. Não é. É o maior. É quem hoje agrega a massa crítica do Ceará, portanto, merece respeito, incentivo e não ataques intimidatórios, difamatórios, caluniadores e irresponsáveis.

Fakenews é dizer, como disse Moses, que um candidato em queda (como o Capitão Wagner) lidera com folga todas as pesquisas eleitorais em Fortaleza.

Wagner, o capitão que nunca comandou um batalhão, foi quem mais caiu na pré-campanha. Nas contas mais otimistas caiu da casa dos 40 pontos para a casa dos 30 pontos; nas contas mais realistas, caiu dos 40 para os 20.

Moses Rodrigues, um desses deputados quase biônicos do Ceará, eleito sem apelo popular, sem personalidade política, sem nada liderar. Não fosse o tirocínio do pai seria um Zé Ninguém.

O pai é Oscar Rodrigues, um self-made man da zona norte, que do nada montou uma estrutura empresarial que, dentre outras façanhas, tornou área nobre a margem direita do Acaraú em Sobral, dinamizando todo o bairro Dom Expedito.

Oscar Rodrigues tem o dom. E ao filho sem dons, resta querer ter (pela força do pai) o domínio.

Moses tem todo o direito de expressar a sua opinião. Ele pode iludir-se e iludir ou acreditar que ilude. Pode até mesmo mentir dizendo que WC tem as melhores propostas, como a do FBI cearense, ridicularizada nas urnas. O que Moses não pode é usar como usou a sua força política e econômica para deprimir um jornalista que apenas faz jornalismo.

Isso não pode. Também não pode ficar agressivo, em surto esquizofrênico, porque alguém lembrou o inconsciente que ele “esqueceu” que não pode liderar uma disputa quem está em flagrante queda até nas pesquisas de plano amostral temerário.

Seja no voto estimulado; na projeção do voto estimulado; na projeção do voto indeciso; dentro da margem de erro (a do Paraná Pesquisa é acintosa); na projeção de votos válidos x votos totais, na pré-campanha para prefeito de Fortaleza, o Capitão (aposentado) Wagner foi o que mais despencou; Sarto não reagiu, ficou estacionado, sem conseguir sequer conquistar o voto de quem acha sua administração ótima e boa; Evandro Leitão ainda não decolou; e André Fernandes está nadando de braçada.

Foi isso que irritou Moses. “André já comeu o Capitão na espontânea e, adiante, o fará na estimulada”, diz em off um dos grandes analistas de eleições no Brasil, após chancelar o plano amostral do instituto pernambucano SIMPLEX.

Moses vê minguar o malogro. Está mais forte a narrativa que emplaca Capitão Wagner como Capitão Moroni, Moroni 2.0; como Capilôra (porque tenta atrair o voto da Luizianne Lins), como Capitão Júnior (porque imita o apresentador João Inácio Jr em suas dancinhas pela cidade).

O Sindicato dos Jornalistas deveria pedir explicações sobre a fala injusta do deputado, porque hoje acusam Eliomar, mas amanhã esse mesmo dedo injusto vai tentar intimidar todos nosotros.

Norton Lima Jr. é jornalista

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Floresta quer repetir feito do Iguatu no Rei Pelé, diante do CSA, e deixar zona de rebaixamento na Série C

Floresta quer repetir feito do Iguatu no Rei Pelé, diante do CSA, e deixar zona de rebaixamento na Série C

Após um desastroso início de temporada na Série C do Campeonato Brasileiro, quando não conseguiu vencer nas nove primeiras rodadas e amargou o vexame de um 5 a 0, em

“Mais um policial morto… e daí?”

“Mais um policial morto… e daí?”

"Hoje tenho plena convicção que estava errado quando achava que policial era herói. Apesar do altruísmo das nossas ações, não temos o reconhecimento da maioria da população", aponta o coronel

Ceará tem 65% da frota de veículos acima de 10 anos em circulação

Ceará tem 65% da frota de veículos acima de 10 anos em circulação

Cerca de 2,5 milhões de veículos automotores circulam no Ceará, há mais de 10 anos. A quantidade representa cerca de 65% da frota no Estado, segundo levantamento do Departamento Estadual

Ministra das Mulheres acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás

Ministra das Mulheres acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, disse nesse sábado (13), em uma rede social, que a pasta acompanha o caso da desembargadora e da juíza que negaram o aborto legal

Marqueteiro de Milei vê potencial de direita em Fortaleza e chega para campanha de André Fernandes

Marqueteiro de Milei vê potencial de direita em Fortaleza e chega para campanha de André Fernandes

O pré-candidato a prefeito de Fortaleza, André Fernandes, acertou nesse sábado (13) a parceria com o marqueteiro Pablo Nobel, que estará à frente da campanha do PL ao Paço Municipal, assim que Fernandes tiver sua candidatura homologada na convenção partidária.

Ministério recomenda atenção para casos de febre Oropouche no país

Ministério recomenda atenção para casos de febre Oropouche no país

Uma recomendação aos estados e os municípios para que intensifiquem a vigilância em saúde para a possibilidade de transmissão vertical do vírus Oropouche foi emitida nesta semana pelo Ministério da Saúde