Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

“Quem tem medo da periferia?”, aponta André Fernandes sobre ausência de políticos e de políticas públicas

André Fernandes, durante encontro com a comunidade do Curió, na Grande Messejana

Com a proposta da construção de um plano de governo pela população, o deputado federal André Fernandes, pré-candidato a prefeito de Fortaleza pelo PL, tem percorrido bairros da periferia da cidade como forma de ouvir os principais problemas de comunidades abandonadas pelo poder público, diante da ausência de políticos e de políticas públicas.

“Quem tem medo da periferia? Conversando com a população mais carente, fica evidente que políticos usam a violência urbana como desculpa para não andar por comunidades mais pobres, quando a verdadeira violência é praticada por esses políticos, diante da falta do atendimento à saúde, de uma educação de qualidade, da ausência de programas voltados à cultura e à juventude, de um transporte caro e sem atender às necessidades de seus passageiros, além da falta de incentivo à geração de emprego e renda”, comentou André Fernandes, durante reunião no bairro Curió, nessa terça-feira (9), na Grande Messejana.

André Fernandes afirmou que “ouvi da população as queixas e as críticas sobre um prefeito que não aparece para se inteirar das necessidades das comunidades carentes e de pré-candidatos que, quando surgem, se mostram acompanhados de agentes de segurança quase nunca vistos nessa quantidade na periferia”.

“Quantas vezes o prefeito de Fortaleza esteve no seu bairro?”, questionou o pré-candidato do PL, ao criticar o que chamou de atentado contra a população da Grande Messejana, diante do fechamento do Gonzaguinha da Messejana, há mais de dois anos, sem a apresentação de um laudo técnico e de um planejamento de impacto no atendimento.

“Quem vai responder pelo prejuízo causado a centenas de mulheres privadas do pré-natal? O prefeito de Fortaleza sugeriu o Gonzaguinha do José Walter, a 16 quilômetros, ou o Gonzaguinha da Barra do Ceará, a 25 quilômetros, quando sabemos que essas unidades de saúde sequer atendem a demanda de suas áreas. Também não houve o mínimo de empatia por parte do prefeito, que é ginecologista, quando deveria proporcionar o deslocamento das grávidas a outras unidades de saúde. Elas tinham toda a comodidade de um hospital de referência no atendimento à mulher e depois tiveram que arcar com dinheiro seus deslocamentos por quilômetros de distância de suas casas. Dinheiro que fez falta no orçamento familiar”, relatou André Fernandes.

COMPARTILHE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias
PEC do Diploma dá o tom na festa dos 99 anos da ACI

PEC do Diploma dá o tom na festa dos 99 anos da ACI

A luta contínua pela qualificação e reconhecimento dos jornalistas marcou a festa de confraternização dos 99 anos da Associação Cearense de Imprensa (ACI), neste domingo (14), no terraço da Casa

Homem usa retroescavadeira para abrir caminho no trânsito em Juazeiro do Norte e danifica veículos e deixa pessoas feridas

Homem usa retroescavadeira para abrir caminho no trânsito em Juazeiro do Norte e danifica veículos e deixa pessoas feridas

Um homem de 23 anos foi preso na madrugada deste domingo (14), em Juazeiro do Norte, quando decidiu pegar a retroescavadeira da empresa em que trabalha e que presta serviço

Floresta quer repetir feito do Iguatu no Rei Pelé, diante do CSA, e deixar zona de rebaixamento na Série C

Floresta quer repetir feito do Iguatu no Rei Pelé, diante do CSA, e deixar zona de rebaixamento na Série C

Após um desastroso início de temporada na Série C do Campeonato Brasileiro, quando não conseguiu vencer nas nove primeiras rodadas e amargou o vexame de um 5 a 0, em

“Mais um policial morto… e daí?”

“Mais um policial morto… e daí?”

"Hoje tenho plena convicção que estava errado quando achava que policial era herói. Apesar do altruísmo das nossas ações, não temos o reconhecimento da maioria da população", aponta o coronel

Ceará tem 65% da frota de veículos acima de 10 anos em circulação

Ceará tem 65% da frota de veículos acima de 10 anos em circulação

Cerca de 2,5 milhões de veículos automotores circulam no Ceará, há mais de 10 anos. A quantidade representa cerca de 65% da frota no Estado, segundo levantamento do Departamento Estadual

Ministra das Mulheres acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás

Ministra das Mulheres acompanha caso de aborto legal negado pela Justiça em Goiás

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, disse nesse sábado (13), em uma rede social, que a pasta acompanha o caso da desembargadora e da juíza que negaram o aborto legal