Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

A Governança Corporativa e seus benefícios para sua empresa – por Fabiano Mapurunga

Com o avanço cada vez mais consistentes da profissionalização de empresas que eram puramente familiares, dando origem a modelos que pregam a participação acionária ou por cotas, houve a clara separação entre quem detinha a propriedade e aqueles que de fato fazem a sua gestão. Daí a mistura, muitas vezes conturbada, entre os interesses conflituosos de alguns sócios, acionistas majoritários e minoritários, e os rumos que a empresa necessariamente deveria tomar, provocaram a geração do conceito da Governança Corporativa.
Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), segue o conceito de Governança Corporativa:

“Governança corporativa é o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”.

    A Governança Corporativa se baseia em 6 pilares, que são:

  • A Propriedade (representada pelos sócios);
  • O Conselho de Administração
  • A Gestão;
  • A Auditoria Independente;
  • O Conselho Fiscal;
  • A Conduta e o Conflito de interesses.

Agora veremos os 4 princípios fundamentais que precisam nortear a atividades do pilares descritos anteriormente:

A – TRANSPARÊNCIA: se concentra na presença de mecanismos internos que devem garantir que todos os stakeholders – sociedade, governos, parceiros, etc – estejam sempre bem informados sobre a tomada de decisões e os processos organizacionais.
B – EQUIDADE: princípio que rege a igualdade entre o tratamento de todos os agentes da organização, independentemente do seu nível hierárquico e do seu nível de influência sobre a empresa.
C – ACCOUNTABILITY (Prestação de Contas): Todos os componentes da empresa, independente do seu nível, devem prestar contas de seus atos e decisões, tanto no aspecto financeiro quanto no correspondente ao desempenho de suas atividades;
D – RESPONSABILIDADE CORPORATIVA: a base da longevidade de qualquer empresa, é a sua geração de lucro, mas o seu papel social expressado pela sua retribuição à sociedade como sua preocupação com a sustentabilidade do planeta, norteiam este princípio.

Fonte: Nutriceler
Fonte: Nutriceler

Vamos agora demonstrar alguns dos benefícios que são gerados pela prática da Governança Corporativa:

  • Conversão dos princípios missão, visão e valores e demais conceitos abstratos em ações concretas;
  • Alinhamento entre todos os interesses das partes envolvidas, como acionistas e executivos, para que sejam atingidos os resultados estratégicos da empresa;
  • Descentralização nas tomadas de decisões, e transparência quanto às suas motivações;
  • Preservação da longevidade de resultados econômicos;
  • Promoção de uma gestão organizacional com mais qualidade, que permita mais acesso aos recursos e às fontes de financiamentos;
  • Melhoramento da imagem da empresa;
  • Quando se trata de empresas familiares, permite a escolha e a capacitação de herdeiros e administradores que tenham melhor adequação ao negócio.

Em um artigo publicado pela Harvard Business Review, colhemos esses nove passos para o fortalecimento da governança nas corporações:

  1. O tom que vem de cima: disseminando a cultura do compliance.
  2. Implemente a área: demonstre os benefícios e elimine os mitos para obter apoio.
  3. Forme o time: busque as pessoas certas e os recursos adequados.
  4.  Mapeie e monitore: estabeleça metas de redução de riscos.
  5. Comunique e treine: promova a transparência.
  6. Dê voz a todos: garanta um canal de denúncias, investigue, resolva e reporte.
  7. Calibre as condutas: incentivos e sanções — os mecanismos-chave.
  8. Avalie e evolua: estabeleça critérios de métrica e promova melhorias no seu programa.
  9. Prove que você tem um programa: fórmula de sucesso e abrandamento de sanções.”

Com esse artigo esperamos que o conceito de governança possa os apoiar a gerar mais entendimento de que quanto mais suas empresas estiverem sendo guiadas por princípios claros e coerentes, mais os efeitos de uma boa gestão serão sentidos.

COMPARTILHE:

2 respostas

  1. Mais uma matéria bem escolhida, pautada no blog.
    Esclarecimentos gerais bem anotados.

  2. Como sempre o Fabiano nos traz um tema interessante, numa linguagem simples e esclarecedora.

Mais Notícias
Você sabe calcular a sua margem de lucro? – Por Fabiano Mapurunga

Você sabe calcular a sua margem de lucro? – Por Fabiano Mapurunga

  É público e notório que, quando constituímos uma empresa, esperamos que ela nos dê lucro, pois além de ela cobrir os seus custos nós precisamos que ela nos remunere

A Governança Corporativa e seus benefícios para sua empresa – por Fabiano Mapurunga

A Governança Corporativa e seus benefícios para sua empresa – por Fabiano Mapurunga

Com o avanço cada vez mais consistentes da profissionalização de empresas que eram puramente familiares, dando origem a modelos que pregam a participação acionária ou por cotas, houve a clara

A Curva de Laffer e a arrecadação de impostos no nosso país – por Fabiano Mapurunga

A Curva de Laffer e a arrecadação de impostos no nosso país – por Fabiano Mapurunga

Somos todos contribuintes contumazes de impostos. Estamos vendo o nosso poder de compra cada vez mais ser corroído pela pesada sequência de aumentos sucessivos de impostos, pois, ao que parece,

Índice Ibovespa B3, o que é e como funciona – Por Fabiano Mapurunga

Índice Ibovespa B3, o que é e como funciona – Por Fabiano Mapurunga

Diariamente os jornais apontam o comportamento do chamado índice Ibovespa B3, mas para boa parte das pessoas, ele ainda é bem desconhecido. Vamos tentar esclarecer esse que é o principal

A tríade PPT (pessoas, processos e tecnologia) – Por Fabiano Mapurunga

A tríade PPT (pessoas, processos e tecnologia) – Por Fabiano Mapurunga

A Importância da Tríade PPT no Melhoramento Contínuo das Empresas Um dos muitos desafios diários que qualquer empresa enfrenta, é a busca pelo melhoramento da sua posição com relação aos

Necessidade de Capital de Giro – Como calcular e controlar as suas tomadas – Por Fabiano Mapurunga

Necessidade de Capital de Giro – Como calcular e controlar as suas tomadas – Por Fabiano Mapurunga

Muitas empresas enfrentam uma batalha diária para enfrentar os seus pagamentos, e essa batalha as comprime, muitas vezes, para contrair empréstimos de curto prazo, destinados a apagar seus “incêndios” temporários.