Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Morre o jornalista Alan Neto

Alan Neto comandava o programa Trem Bala. Foto: Reprodução

Morreu na tarde desta quarta-feira (3), por volta das 14h50min, o jornalista Alan Neto, 83, que se encontrava internado desde o último dia 31 de janeiro, quando se recuperava de uma cirurgia no fêmur, após uma fratura por queda.

A informação foi confirmada ao Blog do Eliomar pelo irmão e jornalista Sérgio Pontes. Alan deixa esposa, filha e neta.

Ainda não há confirmação do local de velório e de sepultamento.

Manoel Simplício de Barros Neto, o Alan Neto, era natural de Senador Pompeu, no Sertão do Ceará, e o quinto filho de Zé Júlio e Zeneida.

Ele começou como repórter amador, aos 15 anos de idade, fazendo cobertura de basquete, futebol de salão e voleibol na Rádio Iracema.

Alan Neto integrava o Grupo de Comunicação O POVO, onde ficou marcado pelo programa Trem Bala, na rádio O POVO/CBN.

Condolências

O ex-presidente do Ceará Sporting e atual presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão, disse que “a comunicação cearense fica mais triste com a partida do jornalista Alan Neto, na tarde desta quarta-feira (3). Nossos sentimentos aos familiares, amigos e admiradores do eterno Trem Bala”.

O governador Elmano afirmou que “o jornalismo cearense se despede de um ícone! Recebi com muita tristeza a morte do jornalista Alan Neto, que deixou um legado de 60 anos de carreira atuando em jornal, rádio, televisão e internet. Apaixonado por futebol, tornou-se uma referência no jornalismo esportivo do Ceará, ao apresentar, com o seu jeito performático e criativo, o programa Trem Bala, eternizando vários bordões. Nos anos 70 realizou uma entrevista histórica com o Rei Pelé, que rendeu declaração exclusiva sobre a aposentadoria do maior atleta de todos os tempos da Seleção Brasileira. Meus sentimentos de pesar à família, amigos e fãs de Alan Neto”.

“O jornalismo cearense está de luto! Alan Neto marcou época com seu jeito criativo e irreverente. Na rádio e na TV criou e dirigiu o histórico programa Trem Bala. Também atuou por seis décadas no jornalismo impresso, principalmente nas páginas do O POVO. Meus sentimentos de pesar a toda família, amigos e fãs. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de profunda tristeza”, comentou o ministro Camilo Santana.

“Poucos sabem, mas fui na minha juventude comentarista esportivo em uma rádio de Sobral. Para quem atuou na área e para esportistas e torcedores, Alan Neto era uma referência de profissionalismo. Minha solidariedade aos familiares, amigos e fãs”, afirmou o ex-governador Ciro Gomes.

“É com o mais profundo pesar que o Ceará Sporting Club se manifesta a respeito do falecimento de Manoel Simplício de Barros Neto que, após adotar o pseudônimo de Alan Neto, construiu uma das mais belas histórias do jornalismo esportivo cearense. Com uma comunicação disruptiva e vanguardista, pode se dizer que Alan Neto revolucionou a forma de fazer jornalismo esportivo em nosso estado. Alan Neto nos deixou nesta quarta-feira (03), aos 83 anos. O Ceará Sporting Club estima suas condolências aos familiares”, postou o Ceará Sporting Club.

“É com profundo pesar que lamento o falecimento do renomado jornalista cearense Alan Neto, ocorrido nesta quarta-feira (03). Sua trajetória no jornalismo local foi marcada pela excelência e seu jeito irreverente, que o tornou um ícone em sua área. Meus sinceros sentimentos à família e amigos neste momento de dor. Que sua memória perdure como um exemplo de dedicação e excelência profissional”, ressaltou o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Gardel Rolim.

“O jornalista e colunista do O POVO deixa um legado profissional memorável, marcado pelo seu jeito polêmico e irreverente. Alan Neto dedicou-se incansavelmente ao jornalismo e se consolidou como uma grande referência para os colegas de profissão e amantes de esportes”, escreveu O POVO.

“Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jornalista Alan Neto, cujo carisma e personalidade fizeram história no jornalismo esportivo cearense. Sua partida deixa uma lacuna principalmente para os apaixonados pelo nosso futebol e os fãs do Trem Bala, que ele conduzia com notada irreverência. Conhecido por suas análises bem humoradas e bordões, Alan deixa em nós muita saudade. Meus sentimentos de pesar aos familiares, amigos e fãs”, disse a vice-governadora Jade Romero.

“O grande maquinista do ‘Trem Bala’ partiu rumo à Estação da Eternidade. Alan Neto, leva consigo uma imensa bagagem de realizações e nos deixa uma trajetória marcada por seu espírito ousado, o jeito criativo de tratar a notícia e fazer jornalismo. Em vida, construiu um legado de ser humano ímpar e profissional ‘acima de qualquer suspeita’. Perdemos um amigo do convívio diário, mas sua história e seu estilo único são marcos na imprensa cearense que o eternizam entre os grandes nomes do nosso jornalismo. Vai em paz, Alan, por essa nova estrada”, ressaltou o jornalista e amigo Denisio Pinheiro.

“Com um legado relevante no cenário esportivo e jornalístico do país, o sócio de nº 253 do Sindjorce deixa uma legião de admiradores de suas eloquentes apresentações à frente de programas que marcaram época no Estado, como o ‘Trem Bala’ e da famosa coluna Confidencial, aos domingos no Jornal O POVO. Dono de uma voz marcante e de grande perspicácia jornalística, ele terá o seu legado lembrado e honrado por todos que fazem este sindicado. Vá em paz, querido companheiro!”, afirmou o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará.

“Alan Neto marcou época no jornalismo cearense, superando o âmbito esportivo, sempre com muita criatividade, competência e senso de humor. Nos deixa como legado uma rica trajetória na imprensa, exemplo de como se reinventar na profissão. O Ceará perde um dos seus maiores jornalistas, respeitado pelo seu profissionalismo e inteligência”, destacou o ex-governador Tasso Jereissati.

LEIA MAIS:

Alan Neto: O Ícone do Jornalismo Esportivo Brasileiro

“Trem-Bala” – Ana Vilela

Familiares de Alan Neto pedem doação de sangue

Jornalista Alan Neto sofre acidente doméstico, mas passa bem

Velório de Alan Neto começa a partir das 8 horas


https://pt.wikipedia.org/wiki/Alan_Neto

COMPARTILHE:

4 respostas

  1. A morte chega para todos os viventes. Mas, ninguém a quer receber. Ela deixa tristeza e saudade. E, assim mais um companheiro de jornalismo se vai.

  2. Alan Neto sempre primou pela qualidade no que fazia. Amava o Rádio e fez história – na Coluna jornalística deixa registrada a marca da confiabilidade . Um grade sujeito !!! Que Deus o acolha.

  3. muito triste com a morte do Grande ALAN NETO u vazio na radiofonia do Brasi

  4. Quero deixar nosso abraço de solidariedade para a família de Alan Neto, Ivanilde, filha e neta e ao amigo Sérgio Ponte e demais familiares.
    Marcos de Holanda e família

Mais Notícias
Maracanaú conta sua história em livro didático escrito por professores do município

Maracanaú conta sua história em livro didático escrito por professores do município

A Prefeitura de Maracanaú realizou nessa quinta-feira (18) o lançamento do livro didático “Maracanaú: Conhecendo e Fazendo a História”, que irá compor as aulas de História das turmas de 3º

PF diz que perfis bloqueados por Moraes continuam realizando lives

PF diz que perfis bloqueados por Moraes continuam realizando lives

A Polícia Federal (PF) concluiu que perfis bloqueados por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes continuam realizando transmissões ao vivo e interações com usuários brasileiros

Encontro do PT que definirá pré-candidatura será restrito aos delegados

Encontro do PT que definirá pré-candidatura será restrito aos delegados

O Encontro Municipal do Partido dos Trabalhadores, que será realizado no domingo (21), a partir das 8 horas, no Salão Pedro Lazar, no Oasis Atlantico, será restrito aos 200 delegados

Anvisa tem maioria para manter proibição de cigarros eletrônicos

Anvisa tem maioria para manter proibição de cigarros eletrônicos

A maioria dos diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) votou nesta sexta-feira (19) por manter a proibição aos cigarros eletrônicos no Brasil. Com esse placar, continua proibida a

“Este é Elon Musk”

“Este é Elon Musk”

"Musk diz que é preciso uma geleia geral, sem Estado e sem classes estruturadas, para que a sociedade só reconheça os sujeitos como indivíduos em luta", aponta o ex-ministro e

Dino quer ouvir Congresso sobre suposta ilegalidade em emendas

Dino quer ouvir Congresso sobre suposta ilegalidade em emendas

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Flávio Dino concedeu nesta sexta-feira (19) prazo de 15 dias para o Congresso se manifestar sobre o suposto descumprimento dos fundamentos da decisão