Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Região Norte recebe Evento Literário que reúne quase seis mil pessoas – por Mirelle Costa

Mil livros vendidos, vinte expositores na feira literária, além de 37 ações foram realizadas em três dias de evento. Os números não conseguem expor a alegria de escritores e leitores nesta grande celebração. Oficinas, feira, palestras, lançamentos de livros, saraus, bate-papos sobre temas como literatura fantástica, apresentações musicais e o mais importante: O PÚBLICO. Quase seis mil pessoas prestigiaram a Feira Literária do Ceará e a Festa Literária de Sobral.

(A feira aconteceu nos dias 2, 3 e 4 de maio, no Espaço Feira, ao redor do Espaço São João // Foto: Secult)
(A feira aconteceu nos dias 2, 3 e 4 de maio, no Espaço Feira, ao redor do Espaço São João // Foto: Secult)

“Foi a celebração do livro, da leitura, da literatura e da biblioteca. Com várias ações e atividades realizadas de forma orgânica e pulsante, envolvendo os escritores e escritoras, editoras, livrarias, coletivos literários, mediadores, contadores de histórias, palestrantes, oficineiros e encontros temáticos. No palco principal, foram realizados dez lançamentos de livros. Quanto à economia do livro, vinte stands foram disponibilizados para os expositores de livros, com o resultado de venda de 933 livros, 734 cordéis e uma movimentação financeira de R$ 47.305,00”, celebra Maura Isidoro, orientadora da Célula do Livro, Leitura e Literatura, vinculada à Coordenadoria de Formação, Livro e Leitura da Secult Ceará.

(Literatura fantástica e poesia foram alguns dos temas discutidos no evento. Na foto, uma roda de conversa com Talles Azigon, Maura Isidoro, Suzete Nunes e Mailson Furtado. Foto: Secult).
(Literatura fantástica e poesia foram alguns dos temas discutidos no evento. Na foto, uma roda de conversa com Talles Azigon, Maura Isidoro, Suzete Nunes e Mailson Furtado. Foto: Secult).

O escritor premiado, Mailson Furtado, participou ativamente da seleção dos autores. “A Festa do Livro de Sobral, realizada neste último fim de semana, veio festejar a leitura e literatura no interior do Ceará, descentralizando as ações no estado. Foram três dias intensos de uma programação vasta, indo desde a feira, a comportar livrarias, editoras e autores independentes, até ações de fruição literária e mediação de leitura, mobilizando, principalmente, profissionais do livro que se encontram no interior, ainda carentes por momentos e espaços como este. Que tudo isso possa ser contínuo e que estejamos celebrando mais uma edição”, alegra-se Mailson Furtado.

(Mailson Furtado e sua família, que prestigiaram a feira).
(Mailson Furtado e sua família, que prestigiaram a feira).

Organização, estrutura, suporte aos expositores e intensa movimentação. Foi assim que Francy Lima, escritora, definiu a experiência de participar do evento na região Norte.

(Francy Lima fez um lançamento na Feira Literária. Foto: Secult)
(Francy Lima fez um lançamento na Feira Literária. Foto: Secult)

“Participar da Feira Literária do Ceará foi uma experiência riquíssima, pois, além do tratamento impecável de toda a equipe da Secult, tive a oportunidade de divulgar meu trabalho como escritora, realizar o lançamento da antologia “Elas Podem” no palco principal e ter um stand inteiro para o Clube Literária, clube de livros por assinatura exclusivo para mulheres, do qual sou fundadora. Além de tudo isso, pude conhecer diversos autores e pessoas envolvidas com a literatura e arte em geral. A Secretaria de Cultura conseguiu proporcionar a pequenas editoras e escritoras (es) independentes uma oportunidade única para exposição, divulgação e venda de livros, além de fornecer total apoio para todos (as) os (as) expositores (as) com alimentação, hospedagem e traslado tanto de Fortaleza a Sobral, quanto durante todo o evento”, alegra-se Francy Lima.

(Na foto, o escritor Evaristo Geraldo da Silva, que foi um dos participantes da feira)
(Na foto, o escritor Evaristo Geraldo da Silva, que foi um dos participantes da feira)

As Festas Literárias do Ceará são uma realização do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura. Conta com apoio institucional da Biblioteca Pública do Estado do Ceará (Bece), do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Ceará (SEBP/CE), da Prefeitura de Sobral, da Prefeitura de Icó e da Prefeitura de Aracati. Tem parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A produção é do Instituto Assum Preto.

(Patrícia Cacau, do Mulherio das Letras)
(Patrícia Cacau, do Mulherio das Letras)

“Uma explosão de calor humano, livros e leitores. Cores pulsantes dos artistas, que reivindicavam oportunidades de alcançar novos nichos para se fazer conhecer, divulgar cheiros, memórias, suor e lágrimas de suas produções. Dias de riquezas sem fim, em palestras, lançamentos, oficinas, apresentações, conhecimentos e amizades.Dias pulsantes de enriquecimento para uma população que desconhecia o existir de tantas produções”, comemora a escritora Lucirene Façanha.

(Mulherio das Letras marcou presença na feira literária do Ceará // Foto:Secult)
(Mulherio das Letras marcou presença na feira literária do Ceará // Foto:Secult)

O movimento Mulherio das Letras Ceará foi bem representado por Lucy e pela escritora Cacau Poeta. “O Coletivo Mulherio das Letras foi recompensado da luta, desde sua criação, em 2019, por levar a força da escrita de tantas mulheres à luz da descentralização, das potencialidades de leitura dessa região, para expandir as criações das escritoras e transformadoras da cultura desse país. Agradecemos a oportunidade e esperamos estar nas outras cidades escolhidas, levando além a nossa luta por visibilidade e leitura”, alegra-se Cacau Poeta.
Evento Evento Blog do Eliomar
“Celebramos com o povo cearense esse momento do livro e leitura, afinal, as pessoas leem, precisam da aproximação, do contato, do acesso, da conquista, enfim, precisam de políticas públicas que garantam acesso, permanência e possibilidades de mudança. Nos dias 16, 17 e 18 de maio a Festa Literária do Ceará será em Icó e para todas as cidades da Macrorregião Centro Sul, esperamos uma grande festa e que as pessoas se apropriem e se sintam acolhidas e envolvidas por todas as pessoas do campo do livro e leitura que somam energia para esse momento”, explica Maura Isidoro, orientadora da Célula do Livro, Leitura e Literatura, vinculada à Coordenadoria de Formação, Livro e Leitura da Secult Ceará.
Evento Evento Blog do Eliomar
Em Aracati, a feira vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de junho. Estarei lá \o/

Apesar de eu não ter ido a Sobral, a alegria dos colegas escritores que compareceram contagiou-me. O que também me deixou extremamente feliz foi saber que, além da quantidade de gente que foi a um evento exclusivamente destinado à literatura, os autores foram tratados com o respeito que merecemos.
Todas as fotos estão disponíveis neste link:
https://www.flickr.com/photos/200659093@N08/

No Dia das Mães, te dou uma crônica

Pra mim, este dia das mães será atípico. Tenho a impressão de que a perco um pouquinho, todos os dias. É um luto lento. Primeiro, foi a perda do seu perambular no centro da cidade, de fazer minha comida preferida. Agora, com a ausência da fala, vejo desaparecer a mulher que ela foi pra mim. Este ano não vai ter aquele balde de água fria: “não precisa comprar nada pra mim”, seguido de um (dias depois): “gostei muito do presente de dia das mães, obrigada”.
Mamãe teve um AVC gravíssimo no dia 05 de janeiro deste ano e, de lá pra cá, meu vocabulário ganhou novas palavras, como traqueóstomo, cuff, GTT e outras.
Quando ela estava no hospital (ficou internada por quarenta e cinco dias), ia quase todos os dias ao supermercado que ficava ao lado. Buscava além de um pãozinho quentinho, uma sopa que tivesse sabor de casa e não de hospital. Eu queria cheiro de Vida pulsante, queria ver gente pra lá e pra cá, com roupa de academia, gente apressada, criança “aperreando” pra comprar o mercantil todim (risos) queria esperança, sabe? Queria ver, naquelas pessoas, a vida que eu tinha (tão normal, pulsante, tão aperreada e maravilhosa e que, muitas vezes, eu tanto reclamava). Aos poucos volto a reclamar do corre-corre, volto a dominar a arte de equilibrar dez sacolas do supermercado para não dar duas viagens. A vida parece ser um eterno Reclamar e Agradecer. Parafraseando meu amigo, Carlos Drummond de Andrade, Eta vida besta, meu Deus.
Hoje confesso que estou vivendo um monte de “Apesar DE”. Apesar de ela estar bastante limitada, ela ainda existe nesse mundo. Ela sempre vai existir pra mim. Nas minhas histórias ela já é eterna. Por isso, escrever é tão importante.
Queria ver a reação dela ao saber que fui selecionada em dois editais da Lei Paulo Gustavo. Queria que ela soubesse que o meu livro de crônicas Não Preciso Ser Fake estará nas bibliotecas públicas de todo o Ceará.
Hoje vivemos, eu e ela, um tempo de silêncio. Encontramo-nos nos suspiros e nas lágrimas escorridas. E tentamos suportar, na oração, todos os desafios de um encarceramento do corpo. Não consigo sofrer por ela, mas consigo sofrer com.

Feliz dia das Mães!

Evento Evento Blog do Eliomar

COMPARTILHE:

Uma resposta

  1. Que matéria linda! Sentimos o pulsar das palavras na tentativa de pularem do papel para expressar todo o nosso contentamento dessa FESTA LITERÁRIA tão nossa e de todos que tem a oportunidade de participar. Gratidão 🌷 em nome do Mulherio das Letras Ceará e toda a rede de mulheres que escrevem o Ceará de hoje, construindo legado para as próximas gerações.😘

Mais Notícias
Educação e Meio Ambiente são temas principais da biografia do professor Artur Bruno – por Mirelle Costa

Educação e Meio Ambiente são temas principais da biografia do professor Artur Bruno – por Mirelle Costa

Escrever sobre quem admiramos é um gesto, acima de tudo, muito generoso. A professora Najila Cabral dedicou três anos a eternizar a história de um professor e pesquisador que, certamente,

Região Norte recebe Evento Literário que reúne quase seis mil pessoas – por Mirelle Costa

Região Norte recebe Evento Literário que reúne quase seis mil pessoas – por Mirelle Costa

Mil livros vendidos, vinte expositores na feira literária, além de 37 ações foram realizadas em três dias de evento. Os números não conseguem expor a alegria de escritores e leitores

Do Pé à xícara: Conheça a trajetória da Uritu Cafés – por Mirelle Costa

Do Pé à xícara: Conheça a trajetória da Uritu Cafés – por Mirelle Costa

Gustavo Lima já era apreciador de café quando tornou-se produtor no maciço de Baturité. “Eu queria começar, mas não sabia como. Fiz capacitações e treinamentos para plantar, colher e beneficiar

Um pedaço do mundo dentro do bairro: a história da biblioteca comunitária Livro Livre Curió – Por Mirelle Costa

Um pedaço do mundo dentro do bairro: a história da biblioteca comunitária Livro Livre Curió – Por Mirelle Costa

Quando a ideia tomou forma, em 2018, Talles Azigon tinha apenas duas estantes e um sonho. Dividiu com a mãe um espaço dentro de casa. Ela, mantendo uma pequena esmalteria;

Aracati, Sobral e Icó recebem a Feira Literária do Ceará – Por Mirelle Costa

Aracati, Sobral e Icó recebem a Feira Literária do Ceará – Por Mirelle Costa

Feira Literária do Ceará Chega a Sobral, Icó e Aracati: Um Encontro Cultural Imperdível! Em maio, Sobral, Icó e Aracati recebem a primeira edição da Feira Literária do Ceará, com

14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

Explorando os Mistérios e Sabores do Café na Chacra Cafeteria: Uma Jornada Sensorial para Celebrar o Dia Mundial do Café Para celebrar O DIA MUNDIAL DO CAFÉ, tomamos a bebida