Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Vem aí a II Feira de Literatura Independente do Ceará

Centro Cultural Belchior (CCBEL)
Centro Cultural Belchior (CCBEL) - Foto: Divulgação

TRINTA ESCRITORES CEARENSES VÃO PARTICIPAR DA II FEIRA DE LITERATURA INDEPENDENTE DO CEARÁ, NO CENTRO CULTURAL BELCHIOR

Já pensou em bater um papo com autores cearenses sobre literatura fantástica, poesia, crônica, literatura infantil e ainda curtir um sarau?

No próximo dia 09 de dezembro (sábado), das 14h às 20h, no Centro Cultural Belchior (CCBEL), haverá a segunda edição da FLICE, com venda de livros, lançamentos, oficinas e rodas de conversa.

 

Segunda edição da FLICE
segunda edição da FLICE – Foto: DIVULGAÇÃO

A organização é do grupo Autores Independentes do Ceará, criado com o objetivo de incentivar a leitura para todos os gêneros e idades, além de difundir a arte literária cearense e divulgar autores cearenses que nasceram ou que atuam no estado do Ceará, apresentando ao público uma literatura original, diversificada e rica em criatividade e pertencimento.

Nesta edição, trinta autores vão marcar presença, inclusive o cearense Mailson Furtado, vencedor do Prêmio Jabuti 2018 nas categorias “Livro do Ano” e “Melhor Livro de Poesia”.

“Em uma sociedade carente de livrarias e de projetos para o público leitor, os movimentos literários têm o intuito de incentivar a leitura, como também de promover os escritores cearenses que estão em plena atividade. A 2ª FLICE – Feira da Literatura Independente do Ceará – por meio da participação de mais de 30 escritores expondo e vendendo suas obras, além do lançamento de livros, de oficinas literárias, de saraus, de contação de histórias, entre outras atividades gratuitas para adultos e crianças, valoriza e potencializa essas duas finalidades”, conta Well Morais, escritor e um dos organizadores da FLICE.

 

 

Confira a programação: 

 

Foto: DIVULGAÇÃO Feira da Literatura Independente do Ceará
Programação | Foto: DIVULGAÇÃO

 

 

 

Foto: DIVULGAÇÃO II Feira da Literatura Independente do Ceará
Foto: DIVULGAÇÃO
II Feira da Literatura Independente do Ceará

 

O cenário da FLICE é convidativo. O Centro Cultural Belchior fica na Rua dos Pacajus, 123, na Praia de Iracema, tem vista privilegiada da Praia dos Crush, do Largo Luis Assunção e parte da orla da PI, conhecido como a Casa de Praia da Música (e de todas as artes).

“O Centro Cultural Belchior é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, vinculado à Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) e gerido pelo Instituto Cultural Iracema (ICI), que tem como propósito acolher todas as linguagens artísticas. Então, o Instituto Cultural Iracema (ICI) e a Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor) trabalham juntos para fortalecer a programação com eventos diversos. Uma feira literária é um convite para a população conhecer melhor escritores, histórias e interagir com o que se tem produzido nessa linguagem. Ficamos orgulhosos em ser a casa da Feira literária de escritores independentes do Ceará 2023, uma ação cultural tão necessária para a cidade, uma vez que Bienais e feiras de livros são momentos cada vez mais raros”, comenta Luís Costa, diretor de Ação Cultural do Instituto Iracema.

Vale lembrar que a FLICE é gratuita.
Não perca essa oportunidade de conhecer e bater um papo com autores cearenses. Na programação, haverá também contação de histórias e sarau infantil.

Eu, Mirelle Costa, estarei ministrando uma oficina inédita sobre Escrita Artesanal. Também estarei com meu livro, o Não Preciso Ser Fake, à venda por lá, assim como os demais autores. Já fica a dica de ótimas opções para aquela lembrancinha de fim de ano.

 

Feira de Literatura Independente do Ceará Feira de Literatura Independente do Ceará Blog do Eliomar
Mirelle Costa – ministrando uma oficina inédita sobre Escrita Artesanal

Quem quiser participar das oficinas e da roda de conversa, precisa fazer a inscrição no link: https://encurtador.com.br/ehERW

 

EMPRESÁRIA CEARENSE CONTA SUA TRAJETÓRIA NO LIVRO “DO BARRO À LUZ”

Roseane Cândido Duarte nasceu e criou-se na favela do KM 08, atual bairro Couto Fernandes, em Fortaleza. De família numerosa, morando em casa de taipa, sem banheiro, provou que poderia ter um futuro diferente do previsto. Por vezes desencorajada a prosseguir com seus planos, nunca duvidou da capacidade de se reinventar. Renasceu na própria vida, vestiu-se de palhaço em um hospital, vendeu bala de coco, foi professora, publicitária e apresentadora de TV.

 

Feira de Literatura Independente do Ceará Feira de Literatura Independente do Ceará Blog do Eliomar
Roseane Cândido Duarte – Foto: Divulgação

 

No livro “Do Barro à luz, Roseane escancara suas dores, desafios e vitórias, afinal, a força está em nossa vulnerabilidade, na coragem de ser quem se é, com todas as nossas limitações e superações.

O livro será lançado no próximo dia 7 de dezembro (quinta-feira), às 17h30, na Biblioteca Pública Estadual do Ceará (BECE).

Mais Informações:
Evento: Lançamento do Livro “Do Barro à Luz”, de Roseane Cândido Duarte
Local: Biblioteca Pública do Estado do Ceará (BECE)
Data: 7 de dezembro (quinta-feira)
Horário: de 17h30 às 20 horas.
Acesso gratuito.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

14 de abril – Dia Mundial do Café – Por Mirelle Costa

Explorando os Mistérios e Sabores do Café na Chacra Cafeteria: Uma Jornada Sensorial para Celebrar o Dia Mundial do Café Para celebrar O DIA MUNDIAL DO CAFÉ, tomamos a bebida

Atmosfera Cultural e História: minha experiência na Sublime Café – por Mirelle Costa

Atmosfera Cultural e História: minha experiência na Sublime Café – por Mirelle Costa

O clima é assim: Você chega, no meio da semana, pede um café e, do nada, pode estar rolando ensaio de algum artista cearense, ou mesmo, de repente, entra Theresa

Leituras paralelas: uma viagem por mais de quarenta títulos – por Mirelle Costa

Leituras paralelas: uma viagem por mais de quarenta títulos – por Mirelle Costa

As cafeterias abraçaram os clubes de leitura, desde que a pandemia permitiu os encontros presenciais. A Chacra, a Bleecker Café e outras receberam o Leituras Paralelas, que hoje está com

Existe idade certa para escrever? – por Mirelle Costa

Existe idade certa para escrever? – por Mirelle Costa

"Eu sou praticamente uma analfabeta que sempre teve vontade de escrever. O livro Tropeços da Vida, na verdade, são minhas memórias, nascidas de algo que vivia martelando na minha cabeça

Café com chocolate: Brasilidade, sabor e sustentabilidade são a marca da dengo – por Mirelle Costa

Café com chocolate: Brasilidade, sabor e sustentabilidade são a marca da dengo – por Mirelle Costa

Fui conhecer a Dengo, uma empresa genuinamente brasileira. O cacau é produzido na Mata Atlântica, mais especificamente no Sul da Bahia. Sem aromatizantes e com opções sem leite de vaca,

Projeto Meros do Brasil leva bibliotecas para nove Estados – Por Mirelle Costa

Projeto Meros do Brasil leva bibliotecas para nove Estados – Por Mirelle Costa

Proposta das bibliotecas itinerantes do Projeto Meros do Brasil Mais de 20 títulos celebram a natureza, a infância, o brincar – assuntos atuais e urgentes Dentro de uma pequena bolsa