Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

A Final da Champions e a relação com o nosso futebol – por Luiz Henrique Campos

Crédito: Reprodução Legenda: Real Madrid comemora mais um título da Champions League
Crédito: Reprodução
Legenda: Real Madrid comemora mais um título da Champions League

Pode até se enquadrar na perspectiva do complexo de inferioridade a que o brasileiro vem sendo sendo submetido nos últimos anos com exemplos negacionistas ou visões de mundo que exaltam mais a morte do que a vida. Mas ao assistir a decisão da Champions League no último sábado entre Real Madrid Borússia Dortmund, me veio à mente o quanto o nosso futebol encontra-se distante de oferecer espetáculos dignos ao torcedores.

Não vou aqui nem me ater ao placar ou a conquistas do time título pelo time espanhol. Refiro-me a aspectos que tornam o jogo algo a ser exaltado. Começo pela relação do jogador com o espetáculo. Diferente das nossas partidas, foram pouquíssimas as paralisações por faltas ou simulações destas. Isso pode parecer algo irrelevante, mas não é. Viu-se uma partida na qual os dois times estavam ali para deixar à história um momento a ser vivenciando como inesquecível.

Outro ponto a ser destacado é a discreta participação da arbitragem. Poucas faltas, jogo jogado e até o fato aqui no Brasil impensado, de se ter uma avaliação do var sobre um gol anulado aos 40 minutos do segundo tempo, levar menos de 10 segundos para ter um veredito, demonstram que a arbitragem esteve ali para auxiliar e não para ser protagonista.

Por fim, e não menos importante, quero falar do que de fato fica na memória do espectador, que são os detalhes que marcam um grande jogo. Começo com a reverência a Toni Kross, um dos maiores do Real de todos os tempos, e que na sua saída recebeu o merecido reconhecimento pelo profissional que foi em toda a sua carreira. Não poderia deixar de falar também do quanto Vinícius Júnior engrandece uma partida de futebol hoje. Lembra até os bons tempos do futebol brasileiro.

Ancelotti não tem dúvida de quem será o Bola de Ouro

Crédito: Reprodução Legenda: Vini Jr fez um gol na final e está vivendo a sua melhor fase na carreira
Crédito: Reprodução
Legenda: Vini Jr fez um gol na final e está vivendo a sua melhor fase na carreira

Carlo Ancelotti não tem dúvidas sobre quem merece o prêmio de melhor jogador do mundo na temporada 2023/24: Vinicius Junior. O camisa 7 foi fundamental na vitória por 2 a 0 sobre o Borussia Dortmund na final, e o técnico italiano não poupou elogios ao seu pupilo. “Vinicius é Bola de Ouro. Não há dúvidas”, declarou Ancelotti à Rádio Cadena SER. A dupla tem uma relação próxima dentro e fora de campo, com conversas frequentes durante as partidas e cobranças exigentes do treinador para buscar o melhor do jogador. No último jogo, Ancelotti até mesmo substituiu Vini Jr. para que ele pudesse receber a ovação da torcida. Da mesma forma que Ancelotti, poucos têm dúvida de que o brasileiro está na sua melhor fase e é favorito, até porque é um profissional dentro e fora de campo.

Ambos têm razão sobre o que falam um do outro

Crédito: ReproduçãoLegenda: Troca de insultos entre Luana Piovani e Neymar revela bem o caráter dos protagonistas do embate
Crédito: Reprodução Legenda: Troca de insultos entre Luana Piovani e Neymar revela bem o caráter dos protagonistas do embate

Luana Piovani e Neymar protagonizaram nos últimos dias uma discussão, digamos, nada conceitual em termos de ideias e pontos de vistas divergentes. A origem da polêmica foi a respeito da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 03/2022), aprovada na Câmara dos Deputados, e que está tramitando agora no Senado, pretendendo acabar com a exclusividade da União sobre o litoral brasileiro. A PEC permitiria a privatização de trechos de praia, o que, segundo especialistas, poderia resultar na criação de praias privadas e afetar áreas protegidas geridas pela Marinha. Sem entrar no mérito da PEC, nem muito menos reproduzir as ofensas trocadas entre Luana e o craque, ressalto aqui, que no que diz respeito aos insultos tocados, até acho que ambos têm razão.

Cristiano Ronaldo chora após perder taça nos pênaltis

Crédito: Reprodução Legenda: Cristiano Ronaldo chorou copiosamente após
Crédito: Reprodução
Legenda: Cristiano Ronaldo chorou copiosamente após

O jogador Cristiano Ronaldo, considerado o melhor jogador do mundo por cinco vezes, não aguentou a emoção e desabou em lágrimas após o Al Nassr perder a final da Taça do Rei da Arábia Saudita no desempate por pênaltis frente ao Al Hilal. Assim que Bono defendeu a penalidade decisiva, CR7 caiu no gramado e começou a chorar copiosamente. O Al Hilal conseguiu, assim, o triplete ao conseguir juntar o campeonato saudita à Supertaça da Arábia Saudita e Taça do Rei. Por seu turno, o Al Nassr termina mais uma temporada sem qualquer tipo interno conquistado. A equipa de CR7, Otávio e Luís Castro apenas conseguiu vencer a Taça da União das Associações de Futebol Árabe. É ou não um grande atleta e merecedor de tudo que conquistou na carreira?

Campeã paulista de ciclismo morre durante treino em MG

Crédito: Reprodução- Redes Sociais Legenda: Laís havia escolhido a região da Serra da Canastra em busca de preparação para competições nacionais de ciclismo de estrada
Crédito: Reprodução- Redes Sociais
Legenda: Laís havia escolhido a região da Serra da Canastra em busca de preparação para competições nacionais de ciclismo de estrada

A ciclista Laís Saes, de 43 anos, morreu na última quinta-feira (30), durante treino em uma estrada na região de Delfinópolis (MG). a ciclista estava pedalando com um grupo, quando foi atingida por um carro. De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, Laís estava em uma subida no momento do acidente, quando uma UTV passou pelo grupo de ciclistas; A UTV, uma espécie de veículo offroad, semelhante a um quadriciclo, saltou do alto da subida e descendo pela mão contrária, atingiu a ciclista: segundo informações da TV TEM, o motorista fugiu sem prestar socorro, e ainda não foi identificado. Ativa nas redes sociais, com mais de 32 mil seguidores, Saes postava com regularidade sua rotina de exercícios e a paixão que sentia pelo esporte. Além do título paulista de 2021, ela foi campeã do 8º Brasil Road, e por ter sido a primeira mulher a pedalar na subida do Pico do Jaraguá, em Santa Catarina.

COMPARTILHE:
Mais Notícias
Ceará rumo a uma tempestade com crise dentro e fora de campo – Por Luiz Henrique Campos

Ceará rumo a uma tempestade com crise dentro e fora de campo – Por Luiz Henrique Campos

Crédito: Gledson Jorge/Ceará SC Legenda: Conselho Deliberativo alvinegro rejeitou a proposta de mudança do estatuto aumentando a crise que ameaça o ano do clube Não é bom o que está

A Final da Champions e a relação com o nosso futebol – por Luiz Henrique Campos

A Final da Champions e a relação com o nosso futebol – por Luiz Henrique Campos

Pode até se enquadrar na perspectiva do complexo de inferioridade a que o brasileiro vem

A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

Houve um tempo no futebol cearense que era comum se trazer "estrelas" dos grandes

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

No futebol, por mais que se conjecture, se discuta taticamente, se culpe a diretoria, treinador ou o jogador tal, o que vale mesmo é sempre o último resultado. É por