Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Título merecido em partida longe dos grandes jogos que marcam o clássico – por Luiz Henrique Campos

O Ceará mereceu o título na partida do último sábado. Foi mais ousado em campo desde a escalação, buscou o gol do início ao fim, e o Fortaleza, surpreendentemente, adotou postura medrosa para quem está acostumado a ver o time jogar. Mas a partida no seu todo, nem de longe lembrou os grandes jogos da história do clássico.

Mesmo jogando para a frente, o Ceará teve poucas chances de gols. Não fosse um lampejo de Saulo Mineiro, acertando um chutasso, talvez o alvinegro não saísse do zero. Já o gol de Lucero, nem é preciso falar que se tratou de uma falha da defesa do Ceará.

No mais, tirando a emoção dos pênaltis, seria uma partida que pouca deixaria de lembranças. Para se ter ideia, mesmo depois da expulsão de Bruno Pacheco, por volta da metade do segundo tempo, o Ceará só conseguiu dar um chute a gol. Parabéns ao vovô pelo título, mas o time ainda precisa melhorar muito. Quanto ao tricolor, deu pena ver o time encurralado durante os 90 minutos, deixando sua torcida acuada esperando por um milagre para ganhar o título.

Vitória do Ceará - Créditos: Lucas Emanuel/FCF
Vitória do Ceará – Créditos: Lucas Emanuel/FCF

Só faz gol quem chuta

Saulo Mineiro fez um golaço e foi considerado o melhor jogador em campo. O interessante, é que ele entrou como titular somente na última partida do campeonato, ficando sempre no banco nos outros jogos. Apesar de reserva nas outras partidas, Saulo quando entrou, não só fez gol, como levou perigo a meta adversária, por uma regra básica do futebol: só faz gol quem chuta. E nesse quesito, Saulo é daqueles jogadores que chuta de onde dá. E quem faz isso, uma hora acerta.

Foto: Meu Vozão
Foto: Meu Vozão

Será o fim de um ciclo?

Diferente de quando perdeu o título da Sul-Americana em outubro do ano passado, a perda do campeonato para o Ceará acendeu um sinal de alerta na nação tricolor. O mais grave, é que não há uma explicação para os maus resultados que o time vem tendo. O Fortaleza tem uma folha salarial das mais altas do Nordeste, a imagem do clube é muito boa no Brasil, mas em campo o retorno não está vindo e as perspectivas são desfavoráveis. O time mostra-se apático em campo, os jogadores não tem passado segurança aos torcedores, enfim. Há algo que precisa ser explicado, porque a torcida não merece passar pelo que está passando.

Varrer o gramado eu nunca tinha visto

A arbitragem de Anderson Daronco no clássico foi tranquila. Além do jogo não exigir muito, ele adotou o estilo cauteloso de não se comprometer. Dessa forma, bastava um jogador encostar no outro que o árbitro já parava o jogo. Falta perto da área, nem pensar. Mas nem diante da partida fácil de apitar, a equipe de arbitragem passou em branco. A confirmação do gol de Saulo leva quase três minutos por conta do VAR, em um lance límpido e claro, é querer aparecer demais. Mas o pior mesmo foi pedir para limpar o gramado cheio de papel com uma vassoura. Essa eu nunca tinha visto.

Prefeitura de Sobral oficializa parceria com empresa da Bielorrússia para formação de jogadores de futebol.

Depois da cidade Acopiara ter conseguido atrair investidores estrangeiros para a execução de um projeto para a formação de jogadores de futebol, agora é a vez de Sobral receber investidores nesse campo.

O prefeito Ivo Gomes oficializou, na presença dos ex-jogadores da seleção brasileira Dunga e Lúcio, a parceria da Prefeitura de Sobral com a Blockchain Sports, uma empresa multinacional da Bielorrússia especialista em desenvolvimento de futebol.

O objetivo é garantir a cooperação entre o município e a empresa no atendimento esportivo a crianças e adolescentes. Atualmente, 100 deles já estão treinando com a empresa.

A iniciativa visa garimpar talentos do futebol espalhados pelo município e lapidá-los até se tornarem jogadores profissionais. A plataforma auxiliará no processo dando aos atletas mais visibilidade; e aos empresários e dirigentes de clubes, informações e estatísticas atualizadas sobre cada jogador, incluindo posições, características no campo, mapa de calor e números como chutes, desarmes, e outros dados.

Prefeitura de Sobral oficializa parceria com empresa da Bielorrússia
Prefeitura de Sobral oficializa parceria com empresa da Bielorrússia

Cumbuco recebe no dia 13 a Maratona Internacional de Praia

O Maior Circuito de Corridas de praia do Brasil – Beach Run Brasil, escolheu a praia do Cumbuco para sediar a prova mais longa de todas as etapas. A Maratona Internacional do Ceará acontece no dia 13, com largada as 15h, no Cumbuco. Com
250 atletas amadores de diversos Estados do Brasil e do Ceará, a prova se inicia no sol e finaliza já a noite. Para tanto, além do kit diferenciado, os inscritos recebem lanterna de cabeça para percorrer a parte da noite. Tudo acabará em uma grande festa com músicos da região. A largada e a chegada serão na Catavento Pousada e Kate Point.

Coluna de Esporte - FORA DAS 4 LINHAS
Coluna de Esporte – FORA DAS 4 LINHAS

Maratona do Rio de Janeiro vira febre entre corredores do Ceará

A profissional de marketing, Ilnah Vasconcelos, vai correr no dia 2 de junho a sua primeira maratona. Depois de várias meias maratonas, ela vai fazer a Maratona Internacional do Rio de Janeiro. Assim como Ilnah, muitos grupos de cearenses estão indo ao RJ para a prova, considerada a melhor do país e uma das mais charmosas do mundo, por tudo que representa de experiências e live marketing. A Maratona do Rio envolve a cidade e para os praticantes do esporte tem, além da beleza do cenário da prova, estrutura e logística incomparáveis. Outro fator favorável, é que para participar da prova, não se exige a qualificação de tempo para inscrição, diferente de outras, como a de Boston, por exemplo, bastante procurada. Para quem quiser correr a Maratona do Rio, é bom ficar atento, mas só para o próximo ano, pois a de junho não tem mais inscrição.

Maratona do Rio de Janeiro vira febre entre corredores do Ceará - crédito @nicolabragafoto
Maratona do Rio de Janeiro vira febre entre corredores do Ceará – crédito @nicolabragafoto

“Sou mulher, Sou capoeira”

No Brasil, estima-se que 35% dos praticantes de capoeira são mulheres. O número daquelas que chegam à condição de mestras, no entanto, é pequeno quando se considera a capoeira de Angola, tipo mais tradicional.

Quem quiser conhecer mais sobre o assunto, a mestre Claudinha Pinheiro estará participando no dia 24/4, de uma live no canal @suyannepsicologia abordando o tema “Sou mulher, Sou capoeira”. O horário será às 19h30.

 

Mestre Claudinha Pinheiro - Sou mulher, Sou capoeira
Mestre Claudinha Pinheiro – Sou mulher, Sou capoeira

Feito épico como metáfora da vida

O esporte é pródigo por feitos épicos, sendo por isso tão atraente, tratando-se em essência de uma metáfora da vida. Feitos esses que se eternizam e são capazes de se transformarem em motivo de orgulho para um povo.
Um exemplo dessa lógica se deu no último sábado na pequena cidade de
Heidenheim, na Alemanha. Heidenheim é uma cidade com menos de 50 mil habitantes e o estádio de futebol comporta 13 mil pessoas, ou seja, pouco mais de 25 por cento da população local.Pois o time da cidade perdia para o poderoso Bayer de Munique, no campeonato alemão, por 2 x 0 no primeiro tempo, e acabou virando para 3 x 2. Não fosse isso, esta foi a primeira vez que o Heidenheim jogou com o Bayer, pois é o seu primeiro ano de participação na Bundesliga. Quer mais?

A derrota praticamente tirou o Bayer da possibilidade de conquistar o título pela 12 vez seguida. Todos esses ingredientes já dariam para fazer um filme. Mas eu ia esquecendo de dizer que o treinador do Heidenheim, Franck
Schimidt, antigo jogador da equipe, está no cargo há 17 anos. O Heidenheim foi fundado como um clube em 1848, exatos 17 anos antes do início do futebol.

treinador do Heidenheim, Franck Schimidt
treinador do Heidenheim, Franck
Schimidt

Olhos verdes crueis tentadores, mas com a voz fina

Alan Neto era parente do apresentador Irapuan Lima. Irapuan tinha um programa de auditório e inventou de ter um contrarregra, colocando Alan para exercer essa função.

Alan aceitou o cargo até para ficar mais perto de Ivanilde Rodrigues, com quem depois se casaria. Como contraregra, cabia a Alan ir buscar os artistas no hotel e levá-los
ao programa. Foi assim com Nelson Gonçalves, Ângela Maria, Elza Soares e muitos outros.

Um dia, Irapuan trouxe o jogador Belini para participar. Foi a maior decepção. Belini estava no auge, jogador do Vasco, além de ser um homem muito bonito, daqueles de arrancar suspiros das mulheres. Lá se foi Alan atrás de Belini no Excelsior Hotel. E o Belini nada de falar.

Já no auditório cheio, Irapuan apresenta o jogador e o mulheril: `Belini, Belini!. Quando o homem falou, foi uma decepção. A voz era muito fina e não conduzia com a beleza física. Foi uma ducha de água fria no auditório. Interpelado depois por Irapuan: “Tu sabia que esse homem tinha a voz fina e não me disse nada?, Alan respondeu: “Como é que eu podia saber se ele nem falou comigo!”

Grande Alan!

Título Título,clássico rei Blog do Eliomar

COMPARTILHE:
Mais Notícias
A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

A cara do futebol cearense dos novos tempos – por Luiz Henrique Campos

Houve um tempo no futebol cearense que era comum se trazer "estrelas" dos grandes

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

O que vale no futebol é sempre a última partida – por Luiz Henrique Campos

No futebol, por mais que se conjecture, se discuta taticamente, se culpe a diretoria, treinador ou o jogador tal, o que vale mesmo é sempre o último resultado. É por

Fortaleza conta com Centro de Excelência em Ginástica – por Luiz Henrique Campos

Fortaleza conta com Centro de Excelência em Ginástica – por Luiz Henrique Campos

Fruto de uma parceria da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Federação